MENU

Demolição de igreja do século 19 gera polêmica em município do Ceará

Demolição de igreja do século 19 gera polêmica em município do Ceará

Atualizado: Quarta-feira, 28 Setembro de 2011 as 4:47

A Igreja de São João Batista, construída em 1889, foi demolida para a construção de um novo templo na cidade de Pacujá, na região Norte do Ceará. Segundo os engenheiros que faziam uma reforma no prédio, a Igreja antiga apresentava problemas na estrutura. A demolição divide opinião dos moradores e virou polêmica na cidade.

Segundo o padre José Gomes, o risco de desabamento pesou na decisão pela demolição e a construção da nova igreja está orçada em cerca de R$ 200 mil, resultado de doações dos fiéis.

O comerciante Neudo Gomes filmou o momento da demolição da Igreja Matriz e publicou na internet. “A gente fica um pouco emocionado. Vi até lágrimas descendo em alguns moradores. Para guardar um pouco da história, resolvi filmar e mandar para alguns amigos que não moram mais aqui”, justifica.

A aposentada Maria José de Almeida frequentava o prédio e confirma os riscos na estrutura, principalmente no período chuvoso. “Era muito perigoso. Descia água pelas paredes. O padre achou por bem fazer uma reforma e depois viu que precisava reconstruir”, conta.

Para o professor Alankardé Leopoldino, o prédio era um patrimônio histórico da cidade e deveria ter tido uma parte preservada. “A Igreja de São João Batista era um referencial da cidade. Tantas outras construções no Brasil têm mais de 400 anos e são preservadas. Poderiam ter mantido, pelo menos, a fachada da Igreja”, afirma.

De acordo com o padre José Gomes, antes da decisão de demolir a igreja, a comunidade foi consultada em uma reunião que lotou a Praça da Igreja Matriz. “Trouxe um engenheiro para explicar a situação com uma maquete eletrônica e todos aplaudiram. A igreja estava toda comprometida, teto, parte elétrica e as paredes. Se tivessem acontecido alguma catástrofe, estariam me acusando”, explica. O padre informou que o prazo de entrega da obra da nova igreja será o "menor tempo possível".          

veja também