MENU

Deputado José Bruno prevê cinco audiências públicas sobre pedofilia em SP

Deputado José Bruno prevê cinco audiências públicas sobre pedofilia em SP

Atualizado: Quarta-feira, 19 Agosto de 2009 as 12

Com objetivo de levar informação técnica e especializada para a população sobre o tema pedofilia, o deputado José Bruno fará, no segundo semestre, pelo menos cinco audiências públicas em cidades paulistas.

Araraquara será a primeira a receber a campanha "O combate à pedofilia no estado de São Paulo", que chega à cidade no dia 4 de setembro, quando José Bruno, em parceria com a Universidade de Araraquara (Uniara) realiza audiência pública para os estudantes e professores da instituição. O evento terá a participação dos vereadores Tenente Santana e João Faria, quecolaboram com a promoção do encontro.

No dia 24 será a vez de Mogi das Cruzes, onde o vereador Jean Lopes está promovendo o encontro na Casa de Leis da cidade e uma palestra nas universidades locais. Com população de 350 mil habitantes, Mogi também recebe muitas pessoas de fora, em sua maioria estudantes, que chegam à cidade diariamente para freqüentar suas faculdades. "O público universitário precisa ser alcançado com essas informações, para que levem para suas localidades de origem os esclarecimentos sobre o tema", explica José Bruno.

Em 22 de outubro, as palestras sobre pedofilia chegam ao litoral sul. O objetivo é mobilizar as principais cidades da baixada santista, como Peruíbe e Bertioga, para participarem do encontro que acontecerá na Câmara de Santos. "Infelizmente, as cidades turísticas são alvo de pedófilos e precisam estar alertas contra esse crime", afirma José Bruno, que além das palestras disponibiliza uma série de materiais de apoio, como cartilhas e informativos.

Para novembro, a agenda prevê as duas últimas audiências do ano. A primeira acontece em 5/11 no ABC, tendo Santo André como cidade receptora. O objetivo da campanha é alcançar toda a região por ser um forte pólo industrial e também rota para o litoral sul. Em seguida, no dia 19, as discussões chegam à cidade de Ribeirão Preto, o nono município mais populoso do Estado.

"Não sei se iremos a todas essas cidades simplesmente como audiência pública, nosso empenho é para que seja assinada, a já aprovada, CPI da pedofilia, o que nos daria mais poderes nessas empreitadas", informou José Bruno, autor da proposta.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também