MENU

'Descartada possibilidade de vítimas', diz major sobre desabamento

'Descartada possibilidade de vítimas', diz major sobre desabamento

Atualizado: Quinta-feira, 10 Novembro de 2011 as 9:08

Desabamento aconteceu na tarde desta quarta-feira (9). (Foto: Imagens/TV Bahia) As buscas por possíveis vítimas do desabamento que ocorreu na tarde desta quarta-feira (9) no bairro de Massaranduba, em Salvador, foram encerradas por volta das 23h20 desta quarta. O Corpo de Bombeiros informou que não há possibilidade de haver vítimas sob os escombros após escavações que foram realizados pelas equipes de resgate.

"Está descartada a possibilidade de ter mais vítimas no local. Encerramos as buscas agora [23h20], o próximo passo é retirada dos entulhos. Boa parte já foi feita e o restante a prefeitura deve continuar amanhã", informou ao G1 o major Marquezine, do Corpo de Bombeiros, que coordenou a operação de resgate e buscas a vítimas no local. Cães farejadores também foram usados para localizar possíveis vítimas sob os escombros. A última soterrada, uma mulher de 35 anos, foi retirada por volta das 20h20.

Desabamento

Três pessoas ficaram soterradas após um prédio residencial de três andares desabar na Rua Rafael Uchôa. Parte da estrutura caiu sobre uma casa vizinha. A última vítima foi resgatada por volta das 20h30. Todas foram levados para o Hospital Geral do Estado (HGE) e Hospital do Subúrbio. Não há informações sobre o estado de saúde delas.

Inicialmente, a Defesa Civil de Salvador (Codesal) informou que havia a suspeita de que cerca de 15 pessoas teriam ficado soterradas.

Equipes do Corpo de Bombeiros, da polícia e do Samu foram deslocadas para o local do acidente. Moradores da localidade ajudaram no resgate. "Foi um estrondo e na hora todo mundo correu logo para ir ajudar", disse um dos vizinhos.

Três pessoas foram socorridas. Uma pessoa

continua soterrada. (Foto: Reprodução/BATV) O engenheiro da Defesa Civil Aroaldo Rodrigues explicou o que pode ter ocasionado o acidente. "Possivelmente é um erro de projeto de execução. A obra foi feita de forma empírica e com a chuva a gente tem o início do acidente".

Com esta ocorrência, Salvador registra 11 desabamentos de imóveis, com 17 desabamentos parciais somente nesta quarta-feira. Segundo a Codesal, 50 imóveis ameaçam desabar. Até as 19h desta quarta, o órgão recebeu 374 solicitações de emergência. Não houve registro de mortes.

Situação de emergência

A prefeitura de Salvador decretou situação de emergência de 90 dias na cidade no início da noite desta quarta-feira (9), por conta das chuvas que atingem a capital baiana desde o começo desta semana. A decisão foi tomada em uma reunião feita pelo prefeito João Henrique com representantes de órgãos da administração municipal.

Tempo chuvoso

Chove intensamente na capital baiana desde terça-feira (8). Segundo a Agência Climatempo, a previsão é de chuva até domingo (13), mas com alguns períodos de sol. Nesta quarta-feira, a temperatura varia em torno de 19°C, informa o órgão.            

veja também