MENU

Dez casas desabam em Salvador nesta quarta-feira, diz Defesa Civil

Dez casas desabam em Salvador nesta quarta-feira, diz Defesa Civil

Atualizado: Quarta-feira, 9 Novembro de 2011 as 4:59

Casas no Largo do Santo Antônio Além do Carmo

correm risco de desabar (Foto: Reprodução/TV Bahia) Salvador teve 10 desabamentos de imóveis e 16 desabamentos parciais somente nesta quarta-feira (9), de acordo com informações da Defesa Civil (Codesal). Segundo a Codesal, mais 31 imóveis ameaçam desabar. Dez áreas ficaram alagadas.

O órgão já registra mais do que o dobro de solicitações de emergência recebidas no dia anterior. Até o início da tarde, foram registrados 286 chamados.

Já são 173 deslizamentos de terra. O caso mais grave foi registrado durante a madrugada, quando uma residência desabou após um deslizamento de terra no Largo do Santo Antônio Além do Carmo, na Cidade Baixa. Segundo a Codesal, não houve feridos em nenhuma das ocorrências registradas. 

Protesto

A manifestação realizada no início da tarde desta quarta-feira (9), na avenida Jequitaia, em frente ao Cais Dourado, foi promovida pelos moradores do Largo do Santo Antônio Além do Carmo. Eles protestaram contra a interdição de algumas casas pela Codesal, após o desabamento de uma casa na região.

Os manifestantes bloquearam as pistas, o que gerou um congestionamento em diversas áreas da capital baiana, como a Avenida Bonocô e a Rótula do Abacaxi.

O protesto foi concluído por volta das 16h, após uma assistente social da Codesal conversar com os moradores, informou o órgão. Ainda de acordo com a Defesa Civil, a Secretaria Municipal do Trabalho, Assistência Social e Direitos do Cidadão (Setad) busca alternativas para abrigar as pessoas afetadas pelas chuvas.

De acordo com os engenheiros da Codesal, o local onde as casas se encontram oferece grande risco para a população, havendo risco de rompimento da encosta caso a chuva persista.

A Codesal mantém o plantão de 24 horas através do número 199, cuja ligação é gratuita.

Codesal registra 10 chamados por alagamento de

área (Foto: Gildo Lima/ Agência A Tarde/ AE) Histórico

A chuva intensa começou a cair na capital baiana na terça-feira. Segundo a Agência Climatempo, vai chover até domingo (13), mas com alguns períodos de sol. Nesta quarta-feira, a temperatura varia em torno de 19°C, informa o órgão.

A situação de chuva provoca estragos em imóveis e traz transtornos à rotina dos baianos, que se deparam no trânsito com pontos de alagamento, semáforos quebrados e ruas engarrafadas. A Transalvador chegou recomendar aos motoristas que evitassem sair de casa .

Na manhã da terça, um deslizamento de terra atingiu o viaduto que liga a Avenida Centenário ao Dique do Tororó, trecho que mantém fluxo diário intenso, e que permanece com uma das pistas interditada nesta quarta-feira. De acordo com a Transalvador, o bloqueio parcial foi feito por medida de segurança, para evitar que a terra atingisse os carros. Ninguém ficou ferido.

Um prédio histórico também desabou perto da Praça Castro Alves, no Centro da cidade, na manhã de terça-feira. O Corpo de Bombeiros informou que o prédio estava em ruínas. Não houve feridos.          

veja também