MENU

Dilma anuncia R$ 5,4 bi para mobilidade urbana de SP

Dilma anuncia R$ 5,4 bi para mobilidade urbana de SP

Atualizado: Sexta-feira, 25 Outubro de 2013 as 6

dilma
A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta sexta-feira R$ 5,4 bilhões para obras de mobilidade urbana no estado de São Paulo. Em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, o governo federal anunciou que os recursos serão destinados para a expansão da Linha 2 do Metrô (Vila Prudente-Vila Formosa), expansão da Linha 9 do trem urbano para a Zona Sul, implantação de trem urbano na Linha Zona Leste-Aeroporto de Guarulhos, além da modernização de 19 estações de trem metropolitano.
Segundo o governo federal, a União vai investir em mobilidade urbana no estado, ao todo, R$ 21 bilhões. Somados com recursos do estado, os investimentos chegam a R$ 33 bilhões.
 
A presidente diz que seria impossível para estados e municípios tocarem obras sem apoio do crédito barato e garantido do governo federal. O financiamento tem prazo de 30 anos, com cinco anos de carência e juros subsidiados.
 
De acordo com o governo estadual, a União vai arcar com R$ 1,34 bilhão. O Banco Nacional de Deseenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai emprestar R$ 1,5 bilhão. Outros R$ 2,56 bilhões serão aportados por fontes ainda não definidas.
 
Antes de chegar a São Paulo, a presidente Dilma Rousseff destacou em sua conta no Twitter o volume de recursos destinados pelo governo federal ao estado de São Paulo, afirmando que o os governos locais não conseguiriam tocar as obras sem esse reforço. “Governo federal está colocando R$ 21 bi de investimento em #MobilidadeUrbana no Estado de SP, q viabilizam investimento total de R$ 33 bi. Seria impossível p/ Estados e municípios tocarem obras s/ apoio do crédito barato e garantido do governo federal. #MobilidadeUrbana”, escreveu Dilma no microblog.
 
Ela ressaltou também que os recursos faziam parte do esforço do governo a atender às demandas das manifestações de junho desse ano. “Os movimentos de junho não foram apenas pelos 20 centavos. Foram por mais direitos”, escreveu. Ela voltou a comentar sobre os cinco pactos firmados com prefeitos, governadores e líderes parlamentares. “Oferecer transporte urbano de qualidade, ágil e a preço justo é um desafio de todos os prefeitos e governadores”, afirmou.
 
Manifestações
Em julho desse ano, o governador Geraldo Alckmin e o prefeito Fernando Haddad reuniram-se com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior para solicitar recursos federais para obras de mobilidade urbana. Juntos, os dois pediram R$ 17,3 bilhões para o estado e município.
 
Em junho, São Paulo foi palco de uma série de manifestações pedindo para não aumentar a passagem de ônibus em 20 centavos. Essas manifestações se espalharam pelo país, e levaram a presidente Dilma Rousseff a anunciar, em rede nacional, cinco pactos para atender as demandas das ruas. Um dos pactos firmados pela presidente foi o de melhorar as condições do transporte urbano nas cidades.
 
Linhas
A Linha 13- Jade terá 12 km de extensão e vai ligar a estação Engenheiro Goulart, da Linha 12-Safira ao Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos.
A extensão da Linha 9-Esmeralda vai acrescentar mais 4,5 km em direção a Zona Sul a partir do Grajaú. Serão construídas as estações Mendes-Vila Natal e Varginha.
 
O prolongamento da Linha 2- Verde do Metrô contempla o trecho Vila Prudente-Dutra, com 14,4 km de extensão e 13 novas estações. Asobras devem começar em 2014.
 

veja também