MENU

Dilma defende Estado presente e tocador de obras

Dilma defende Estado presente e tocador de obras

Atualizado: Quarta-feira, 17 Fevereiro de 2010 as 12

Reportagem de Marta Salomon, publicada na edição de hoje da Folha, informa que pré-candidata ao Planalto Dilma Rousseff (PT) defendeu a presença mais forte do Estado na economia, não só para induzir investimentos mas também para tocar obras. Essa defesa está na entrevista editada em livro, que será lançado no congresso petista, de quinta a sábado.

Segundo a reportagem, a ministra explica no livro o que chama de bem-estar social à moda brasileira. "O grande desafio é ainda superar o peso dos 25 anos de estagnação da economia e das políticas sociais", diz ela na entrevista.

Na entrevista, Dilma defende ainda a presença forte do Estado na economia para universalizar serviços de saneamento, melhorar a segurança pública, ampliar o número de unidades de atendimento na saúde e a oferta de habitação a partir de 2011.

veja também