MENU

Dilma diz ver com 'tranquilidade' queda em aprovação

Dilma diz ver com 'tranquilidade' queda em aprovação

Atualizado: Quinta-feira, 11 Agosto de 2011 as 10:53

A presidente Dilma Rousseff disse, nesta quinta-feira (11), que vê "com muita tranquilidade" a queda em sua aprovação, apontada por uma pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria divulgada na quarta (10).

"Acho que pesquisa a gente tem que tratar com respeito, olhar e falar "é importante saber que houve essa variação". Agora, você não pode pautar sua ação só pela pesquisa. Ela sobe, ela desce, e a gente vai tocando. Eu vejo com muita tranqüilidade", afirmou, em entrevista à Rádio Verdes Mares, em Fortaleza, onde cumpre agenda nesta quinta.

O levantamento que mostrou que a aprovação da presidente passou de 73%, em março, para 67% agora. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Aeroportos

A presidente afirmou que o governo está cumprindo "à risca" o cronograma de obras em aeroportos com o objetivo de atender a demanda da Copa de 2014.

"Estamos cumprindo à risca o cronograma para aliviar os aeroportos mais preocupantes", disse. Ela explicou que apenas os aeroportos mais congestionados do país passarão por processo de concessão.

Para a presidente, as obras projetadas para o Mundial ficarão como legado para as cidades-sede, como o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). Ela também destacou a estrutura de transmissão de banda larga.

Políticas de saúde

Questionada sobre políticas para a saúde, Dilma afirmou que houve um aumento de 300% no consumo de medicamentos para hipertensão e diabetes depois que o governo instituiu a gratuidade para esses tipos de remédio. "Existia uma demanda que estava paralisada", afirmou.

Ela disse ainda que, para evitar a superlotação em hospitais, o governo vai financiar o tratamento em casa. "Vamos montar uma estrutura de acompanhamento das pessoas que poderiam estar em casa, e não no hospital. Assim, você diminui leito", anunciou.

veja também