MENU

Dilma e coligação pedem direito de resposta em programa de Serra

Dilma e coligação pedem direito de resposta em programa de Serra

Atualizado: Segunda-feira, 25 Outubro de 2010 as 10:26

A candidata petista à Presidência da República, Dilma Rousseff, e a coligação 'Para o Brasil Seguir Mudando' ingressaram neste domingo (24) no Tribunal Superior Eleitoral com um pedido de resposta dentro do programa de rádio do adversário José Serra (PSDB).

A coligação e sua candidata acusam a propaganda do tucano de usar mensagem 'inverídica', ao relacionar a candidatura de Dilma ao ex-ministro José Dirceu. O relator do caso é o ministro Joelson Dias. O G1 procurou o advogado da coligação de Serra e aguarda retorno.

A mensagem contestada pela petista diz que quem votar na Dilma estará votando em José Dirceu. "Eu tenho muita pena de quem não percebeu que votar na Dilma é votar no Zé Dirceu. Toque, toque, toque. Bate na madeira. Dilma e Zé Dirceu, nem de brincadeira", diz a mensagem apresentada no programa do tucano.

Dilma e coligação afirmam que a mensagem veiculada, "além de sabidamente inverídica, macula a honradez das requerentes". "Quando a propaganda afirma que votar em Dilma Rousseff é votar no ex-deputado José Dirceu, além de transmitir ao ouvinte fato sabidamente inverídico, distorce a verdade dos fatos de forma velhaca e ardilosa, atingindo de forma direta, o conceito, honra e imagem da candidata perante a população brasileira", diz a defesa.

A defesa da petista ainda faz referência ao candidato a vice-presidente, Michel Temer, a quem, segundo os advogados, o voto em Dilma estaria relacionado: "Logo, em respeito ao princípio da unidade da chapa, votar na Dilma é votar no Michel Temer. José Dirceu sequer é candidato no pleito, nem poderia".

veja também