MENU

Dilma e Serra comparam biografias no horário eleitoral

Dilma e Serra comparam biografias no horário eleitoral

Atualizado: Quinta-feira, 28 Outubro de 2010 as 2:11

Os candidatos à Presidência da República Dilma Rousseff ( PT) e José Serra ( PSDB) utilizaram o horário eleitoral desta quinta-feira (28) para fazer um embate de biografias. Serra afirmou ser mais preparado que Dilma para governar o país. A candidata petista disse que Serra "não explica o que quer fazer".

Dilma contestou as promessas feitas por Serra em relação aos programas sociais do governo Lula. Segundo o programa de Dilma, Serra defendeu o fortalecimento do Bolsa Família durante a campanha eleitoral, mas em 2005, afirmou que o programa é "assistencialista e eleitoreiro". Foram mostrados recortes de jornais em que Serra teria afirmado que era contra o programa Bolsa-Família.

Dilma também afirmou que o programa econômico de Serra não é claro. “Durante a campanha, meu adversário tem criticado a ação econômica do nosso governo. Ele não explica o que quer fazer, mas o povo sabe como eles fizeram. Como ministro do Planejamento do governo anterior, ele [Serra] foi o coordenador do programa de privatizações. Nesta época, a economia não cresceu, e a renda não aumentou", afirmou a petista.

O programa de Dilma voltou a abordar a questão das privatizações. "Vamos à verdade dos fatos. A verdade é que Lula e Dilma nunca privatizaram nem vão privatizar as riquezas do país. Com Lula e Dilma o pré-sal foi descoberto e é valorizado. Essa é a verdade, o resto é desespero de quem está atrás nas pesquisas", disse o locutor.

Experiência

Serra abordou a falta de experiência de Dillma em disputas eleitorais. "Eleição não é para ajudante, nem para assistente. Serra tem história, tem experiência. E a Dillma? A Dilma foi secretária de Finanças de Porto Alegre deixou a prefeitura falida", disse o apresentador do programa do PSDB. "Dilma nunca se submeteu ao julgamento do povo e só foi indicada candidata porque os favoritos do PT caíram por escândalos", completou.

O programa também afirmou que Serra tem o “orgulho de contar” com o apoio de dois ex-presidentes da República: Itamar Franco (PPS) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Na sequência, disse que Dilma tem o apoio dos ex-presidentes José Sarney (PMDB) e Fernando Collor (PTB).

O programa do tucano também afirmou que “Serra quer paz no campo”, e disse que o tucano nunca apoiou, nem recebeu apoio do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). “A Dilma tem o apoio do MST, a Dilma apóia o MST, o movimento que invade o campo, destroi máquinas e equipamentos”, disse o locutor.

veja também