MENU

Dilma 'parece mais preparada' para investigar ditadura, diz revista 'Time'

Dilma 'parece mais preparada' para investigar ditadura, diz revista 'Time'

Atualizado: Quarta-feira, 9 Fevereiro de 2011 as 9:54

A revista norte-americana "Time" publicou na edição desta semana reportagem sobre a disposição da presidente Dilma Rousseff em investigar os crimes cometidos pela ditadura militar. Segundo a revista, apesar de várias lideranças do PT terem sido perseguidas pelos militares, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva "estranhamente" não se empenhou durante seu mandato em investigar os crimes ocorridos na ditadura, mas que Dilma "parece mais preparada" para enfrentar o problema. Segundo a revista, "existem indicações de que ela [Dilma] está preparada para reiniciar o polêmico debate sobre o fracasso do Brasil em ter um profundo - e, muitos insistem, catártico - olhar para o seu sinistro passado". Intitulada "O Brasil está pronto para enfrentar os esqueletos da ditadura?", a reportagem afirma que os familiares das vítimas da ditadura finalmente poderão ser ouvidos. A revista fez referências ao passado de Dilma - militante de uma organização de esquerda que foi presa e torturada pelo militares - e afirma que ela apoia a instalação da Comissão da Verdade para apurar "assassinato, tortura e exílio forçado" cometidos pelo governo militar. De acordo com a publicação, enquanto países vizinhos, como Chile e Argentina, já julgaram muitos dos "piores líderes" de seus regimes militares, "o Brasil até agora se recusou a investigar seriamente" os crimes cometidos pela ditadura. A revista cita a ministra de Direitos Humanos, Maria do Rosário, como apoiadora da instalação da Comissão da Verdade, e a posição do ministro da Defesa, Nelson Jobim, de que a comissão deve abordar de maneira semelhante as ações executadas por militares e militantes de organizações esquerda durante a ditadura.  

veja também