Diretor de bateria de escola de samba é preso com fuzis e droga em SP

Diretor de bateria de escola de samba é preso com fuzis e droga em SP

Atualizado: Terça-feira, 12 Julho de 2011 as 2:01

Um diretor de bateria da escola de samba Unidos do Peruche foi preso com dois fuzis de uso militar, três granadas e cocaína nesta terça-feira (12), em São Paulo. Todo o material estava no barracão da escola, no bairro do Limão, Zona Norte. A polícia recebeu uma denúncia anônima nesta segunda (11) e começou a monitorar o suspeito. Ele dirigia uma moto quando foi abordado em uma rua do bairro do Limão. Segundo a polícia, o diretor de bateria fugiu e se escondeu em um dos cômodos da casa onde mora, dentro do barracão. Na mochila dele foram encontrados os armamentos. A entrada do barracão foi cercada por policiais das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota). O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foi chamado para levar as granadas.

Em uma geladeira, a polícia encontrou quase 200 gramas de cocaína. Na sala onde o diretor de bateira dorme havia uma balança usada para pesar a drogada. Na parte de fora do barracão foi instalada uma câmera e toda a movimentação da rua era acompanhada por um monitor.

Também será investigado se outros integrantes da escola estariam envolvidos no esquema de venda de armas e drogas.

Por meio da assessoria de imprensa da Unidos do Peruche, o presidente Rodolpho Pricoli, se disse surpreso com a prisão do diretor de bateria e que a escola e a diretoria não compartilham com o ocorrido.        

veja também