MENU

Diretoria de Vigilância Epidemiológica orienta sobre investigação de leptospirose

Diretoria de Vigilância Epidemiológica orienta sobre investigação de leptospirose

Atualizado: Terça-feira, 2 Dezembro de 2008 as 12

A Secretaria de Estado da Saúde, por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica está repassando uma Nota Técnica sobre conduta e tratamento da leptospirose.

As orientações da Nota Técnica são direcionadas apenas aos municípios atingidos pelas inundações e deslizamentos de terra. A vigilância sobre a suspeita de casos da doença deve ser rigorosa e permanecer até 40 dias após as águas baixarem.

Pessoas que entraram em contato com água e lama contaminada, principalmente pela urina de roedores urbanos (ratazanas, ratos de telhado e camundongos), devem ficar atentos aos sintomas como: dor de cabeça, dores musculares e febre, no caso de identificação destes sinais é indicado procurar a unidade de saúde mais próxima.

As demais cidades devem continuar seguindo as orientações anteriores para procedimentos de investigação de leptospirose. Mais informações no site www.dive.sc.gov.br.

veja também