MENU

Distrito Federal está com déficit de 700 litros de leite materno

Distrito Federal está com déficit de 700 litros de leite materno

Atualizado: Segunda-feira, 6 Junho de 2011 as 2:08

Os estoques de leite materno nos hospitais públicos do Distrito Federal não conseguem atender à demanda de aproximadamente dois mil litros de leite por mês. Os dez bancos de leites do Distrito Federal e os dois postos de coletas recolheram apenas 1.300 litros no mês de abril, gerando um déficit de 700 litros.

De acordo com a coordenadora de aleitamento materno e banco de leite humano da Secretaria de Saúde, Mirian Santos, nos períodos de férias, como é o caso dos meses de junho e julho, os bancos sempre sofrem baixas. Ela enfatiza que qualquer quantia arrecadada é bem-vinda. Em 2010, os bancos de leite do Distrito Federal arrecadaram 17.800 litros.

“A falta de informação é umas das maiores dificuldades que temos. Muitas mulheres coletam 100 ml, por exemplo, mas deixam de doar por achar que é pouco. Só que 10 ml podem salvar a vida de um prematuro internado em uma UTI neonatal”, afirmou Mirian.

Para fazer a doação de leite materno nem é preciso sair de casa, pois equipes do Corpo de Bombeiros, – que mantém uma parceria de quase 30 anos com a Secretaria de Saúde - vai até a casa da lactante para fazer a coleta. Eles deixam os potes na casa da doadora e retornam na semana seguinte para buscar o material coletado.

Atualmente, todo o leite doado é usado para bebês com o estado de saúde debilitado, que ainda não têm capacidade de sugar no seio materno. “O ideal era ter leite para atender à demanda externa, de mulheres que estão com dificuldade de amamentar. Mas, infelizmente, isso não é possível. O nosso leite mal dá para suprir as necessidades dos bebês hospitalizados, que precisam desses nutrientes”, declarou Mirian dos Santos.

De acordo com a coordenadora, o leite materno possui defesas que possibilitam às crianças doentes e frágeis condições de se recuperar melhor, crescer e adquirir peso.

Doação

Todas as mulheres, em perfeitas condições de saúde e que estejam amamentando, podem colaborar com os bancos de leites do DF. Mães que estejam gripadas, tomando medicamentos controlados ou que possuam alguma doença sexualmente transmissível não podem doar.          

veja também