MENU

Dizem que experimentei o veneno que combati, afirma padre Júlio

Dizem que experimentei o veneno que combati, afirma padre Júlio

Atualizado: Quarta-feira, 25 Maio de 2011 as 10:32

O padre Júlio Lancellotti, 62, afirma que muitos dizem que "ele experimentou do veneno que combateu" após um casal ter extorquido dinheiro dele. A informação está na reportagem de Eliane Trindade publicada hoje na Folha

A reportagem completa está disponível para assinantes da Folha e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha.

O padre é conhecido pela atuação entre moradores de rua e menores infratores e afirmou durante a entrevista que alimenta nenhum desejo de vingança. Ele destacou ainda que as acusações de pedofilia e abuso sexual foram parte de uma trama.

O casal Anderson Batista, 30, e Conceição Eletério, 45, que havia sido inocentado em 2007 por insuficiência de provas, foi condenado a sete anos e três meses de prisão nesta semana. Imagens de Anderson cercando o padre na porta de casa serviram de base para a condenação em primeira instância.

Batista --que é ex-interno da Fundação Casa, instituição que recebia visitas do padre-- já estava detido e permanecerá no Centro de Detenção Provisória do Belenzinho (zona leste). Conceição, no entanto, irá recorrer da sentença em liberdade por ter comparecido espontaneamente quando foi intimada.

veja também