DNA pode confirmar se corpo encontrado é de jovem desaparecido

DNA pode confirmar se corpo encontrado é de jovem desaparecido

Atualizado: Sexta-feira, 5 Novembro de 2010 as 8:29

A Polícia Civil de São Paulo ainda não esclareceu o desaparecimento de dois rapazes após uma abordagem da Polícia Militar na Zona Sul da capital paulista. O resultado de um exame de DNA é aguardado para confirmar se um corpo carbonizado no dia seguinte do sumiço é de um deles. O outro foi localizado e reconhecido pela família.

Já são 56 dias de angústia e sofrimento. Nesta quinta-feira (4), a família de Edson da Silva, um dos desaparecidos, voltou à região de Parelheiros depois que a polícia recebeu uma denúncia de que um corpo encontrado em um matagal poderia ser dele. “A gente espera por qualquer coisa, nesse momento. A gente espera por qualquer notícia, mas está difícil”, disse a mulher dele, Patrícia de Paula.

Policiais e peritos tiveram dificuldade para chegar ao local. Eles recolheram roupas e objetos, mas o corpo não foi reconhecido pela família. “Agora eu fiquei mais aliviada porque tive certeza que não era ele”, disse Patrícia.

Edson e o amigo Emerson Heida foram vistos pela última vez no dia 10 de setembro na Avenida Roberto Kennedy. Policiais do Departamento de Homicídios acreditam que um corpo carbonizado encontrado no dia 11 de setembro seja o de Edson. A confirmação só será feita depois da conclusão do exame de DNA, que deve ficar pronto nos próximos dias.

O corpo de Emerson também foi encontrado perto do matagal, há 11 dias. “Trabalhamos ainda com a hipótese de crime efetuado por PMs da Força Tática. Estão sendo investigados. No entanto, não tem como a polícia passar maiores informações”, explicou o delegado Willian Wong.

veja também