MENU

Dois irmãos atropelados por ônibus têm alta de hospital na Grande SP

Dois irmãos atropelados por ônibus têm alta de hospital na Grande SP

Atualizado: Quinta-feira, 10 Novembro de 2011 as 1:03

 Dois dos três irmãos atropelados por um ônibus desgovernado na noite de quarta-feira (9) em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, receberam alta médica na manhã desta quinta (10) do hospital onde estavam internados. De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, só o irmão caçula deles, de 8 anos, permanecia em observação no Hospital Geral de Itapecerica da Serra. Ele sofreu traumatismo craniano no acidente, mas não corre risco de morrer.

Os outros irmãos que deixaram o hospital nesta manhã têm 12 e 14 anos de idade. O sexo e as lesões sofridas pelas duas vítimas não foram informados.

Em relação ao caçula, ele teve, além do trauma na cabeça, fratura no punho direito, segundo a secretaria. Por esse motivo, passou por tomografia e sutura no ferimento, imobilizando o punho. Apesar disso, o menino está consciente e seu estado de saúde é considerado estável. Não há previsão de alta. A Polícia Civil em Itapecerica da Serra investiga as causas e eventuais responsabilidades pelo acidente que ocorreu depois do início das obras de recapeamento da Estrada João Rodrigues de Moraes, no Royal Parque.

O motorista do ônibus, que estava sem passageiros, disse em seu depoimento à polícia que descia a estrada quando um caminhão subia na contramão. Para desviar, ele entrou na pista que era recapeada, perdeu o controle após derrapar e não conseguiu frear a tempo.

Entretanto, os responsáveis pela obra disseram que controlavam a passagem de veículos e que no momento do acidente era a vez do caminhão passar.

O ônibus só parou quando bateu em um poste. “Eu vi só o desespero das pessoas gritando e tentando tirar as duas meninas debaixo do ônibus”, disse a aposentada Ivanilde de Oliveira.

Os irmãos foram levados para o Hospital Geral de Itapecerica da Serra.

Representantes da empresa dona do ônibus foram até o local do acidente e disseram que devem se pronunciar sobre o caso apenas na manhã desta quinta.        

veja também