MENU

Doze cidades do Paraná têm alto risco de epidemia de dengue

Doze cidades do Paraná têm alto risco de epidemia de dengue

Atualizado: Terça-feira, 22 Março de 2011 as 1:11

Doze cidades do Paraná estão em alerta sob alto risco de epidemia de dengue, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. São Miguel do Iguaçu, Florestópolis, Astorga, Cambé, Leópolis, Bela Vista do Paraíso, Maripá, Medianeira, Marialva, Paiçandu, Cascavel e Sarandi apresentam Índice de Infestação Predial igual ou superior a 4%. “Significa que de 100 imóveis do município, quatro têm mosquito da dengue”, explicou ao G1 o superintendente de vigilância de saúde, Sizifredo Paz.

De acordo com Paz, o número de infestação nas casas é cruzado com os casos de dengue confirmados na cidade. “Estes municípios não estão em epidemia, mas têm alto risco. Consideramos epidemia quando há mais de 300 casos da doença em uma população de 100 mil habitantes”.

Contudo, há cidades do Paraná que têm regiões (bairros e localidades específicas) com sustos epidêmicos. Entre elas: Jacarezinho, Cornélio Procópio, Capitão Leônidas Marques, Jataizinho, Foz do Iguaçu e Londrina.

O boletim divulgado na segunda-feira (21) pela Secretaria Estadual de Saúde, aponta que Londrina (2.085), Jacarezinho (575), Foz do Iguaçu (484) e Cornélio Procópio (413) são as cidades com mais casos de dengue confirmados.

Em todo o Paraná, são 99 municípios com casos de dengue, 24% do estado. Nove pessoas já morreram em decorrência de complicações da dengue.    

veja também