MENU

Drenagem retira do Arroio Dilúvio 10 caminhões de lixo por dia

Drenagem retira do Arroio Dilúvio 10 caminhões de lixo por dia

Atualizado: Quarta-feira, 12 Janeiro de 2011 as 10:09

A chuva que caiu sobre Porto Alegre, ontem, provocou muitos transtornos para o trânsito e também deixou claro o grave problema do lixo nas vias da cidade e no Arroio Dilúvio, que subiu cerca de dois metros. O principal meio de canalização da água da chuva, que ficou com o nível da água acima do talude, sofre com a grande quantidade de lixo.

  Em entrevista ao Gaúcha Atualidade, na manhã de hoje, o diretor-geral do Departamento de Esgotos Pluviais (DEP), Ernesto Teixeira, comentou a falta de conscientização de parte da população. Ele indicou que são retirados do arroio diariamente 10 caminhões lotados de lixo, com cerca de 100 pneus, no mínimo, a cada investida do DEP.

— O lixo do dilúvio é o mais rico entre capitais do Brasil. Tem garrafa de whisky 20 anos, rodas de liga leve, geladeira, fogão. Temos uma draga que trabalha diariamente. Se não fosse isso, ele teria transbordado ontem. Vai ser a água que vamos beber no futuro e o pessoal não está entendendo. Se não conscientizarmos a população, vamos fazer obras e teremos sempre o mesmo problema. É assustador — alertou Teixeira, que lembrou que a falta de educação ambiental não atinge apenas as pessoas de baixa renda.

Teixeira afirmou que foram investidos R$ 40 milhões em obras neste ano e prevê mais R$ 30 milhões em 2012: — Nós estamos fazendo obras. Onde tem obras não tem problema. A população pode ficar tranquila que estamos trabalhando. Sobre o alagamento na Erico Verissimo, ele admitiu que a drenagem não funcionou por causa do grande volume de água em um curto período de tempo. Segundo Teixeira, a avenida nunca tinha alagado tanto. O diretor disse que o DEP trabalha para resolver o problema.

Ontem, em apenas uma hora, o acumulado de chuva chegou a 45 milímetros, enquanto a média histórica do mês de janeiro, segundo o DEP, é de 110 milímetros. A última ocorrência com esta característica havia sido na noite de Natal, quando por volta de uma hora choveu 42 milímetros na cidade.    

veja também