MENU

Eduardo Campos chama de fascista campanha contra Dilma

Eduardo Campos chama de fascista campanha contra Dilma

Atualizado: Terça-feira, 5 Outubro de 2010 as 1:10

Após encontro de governadores e senadores eleitos com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta terça-feira (5), o governador reeleito de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), chamou de "fascista" a campanha contra a candidata à presidência Dilma Rousseff (PT) veiculada pela internet.

Vídeos e emails que circularam pela internet antes do primeiro turno da eleição afirmavam que Dilma é favorável à legalização do aborto. A exploração do tema teria feito a candidata perder votos entre eleitores religiosos. "É uma campanha fascista que tomou conta do Brasil nos últimos dez dias", disse Campos a jornalistas em frente ao Palácio do Alvorada. Ele foi reeleito no domingo com 82% dos votos.

Campos afirmou que para enfrentar esses ataques a campanha e aliados vão discutir com o eleitor temas como emprego, desenvolvimento e saúde. Na reunião, Lula discutiu com governadores e senadores a estratégia do segundo turno. O deputado Ciro Gomes (PSB), ausente da campanha no primeiro turno, estava presente.

Dilma enfrenta o adversário tucano José Serra no dia 31 de outubro. Na segunda-feira, Dilma e o candidato a vice, Michel Temer (PMDB), também se reuniram com senadores e governadores eleitos para tratar da tática do segundo turno.

Postado por: Guilherme Pilão

veja também