MENU

'Ele mostrou a arma e disparou', diz irmã de jovem que matou mãe no CE

'Ele mostrou a arma e disparou', diz irmã de jovem que matou mãe no CE

Atualizado: Quarta-feira, 17 Agosto de 2011 as 2:44

A irmã do adolescente de 16 anos que matou a própria mãe defende que o tiro não foi acidental. “Ele mostrou a arma para ela (mãe) e disparou. Ele não estava drogado”, afirma a jovem de 14 anos, que estava na casa no momento do disparo. O crime ocorreu no Bairro Bela Vista, em Fortaleza, na noite de terça-feira (16). A mãe do rapaz deixou sete filhos, entre eles, um deficiente físico, e uma criança de sete anos com problemas cardíacos.

  Segundo a jovem, após o disparo, o irmão chegou a abraçar a mãe e chorar. “A minhã ainda perdoou ele. Ela fazia tudo por ele, mesmo quando ele era preso”, relata.

A adolescente diz não entender o motivo para que o irmão disparasse, pois nunca fez ameaças à família e era “bom para todos”, apesar do envolvimento com drogas. “Meu irmão (de sete anos) nem sabe que minha mãe morreu, ele não pode saber”, diz a jovem, preocupada com a situação da família e com o enterro da mãe.

O autor do disparo morava com a namorada, em uma casa vizinha à residência da mãe, de 43 anos, e dos irmãos. Ambos foram levados para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). Segundo a delegada Graça Uchôa, além de responder pela morte da mãe, o rapaz e a namorada terão de responder por tráfico de drogas. Evidências de tráfico de entorpecentes foram encontradas na residência do jovem, segundo a delegada.          

veja também