'Ele não gostava das crianças', diz avô sobre pai suspeito de estupro

'Ele não gostava das crianças', diz avô sobre pai suspeito de estupro

Atualizado: Sexta-feira, 11 Novembro de 2011 as 12:48

“A minha família está completamente arrasada”, disse Severino Rodrigues que perdeu as netas de 1 e 2 anos vítimas de suposto abuso sexual, em João Pessoa. O principal suspeito do crime é o pai das meninas, um jovem de 25 anos que foi preso em flagrante. Segundo a família, o suspeito tinha dúvidas de que as meninas eram suas filhas. “Ele não gostava das crianças e dizia que elas não eram dele”, disse o avô das meninas.

A menina de 1 ano morreu no hospital na manhã desta sexta-feira (11), já a criança de 2 anos morreu na noite da quinta-feira (10). Uma outra criança de 3 anos, que também é filha do casal, foi levada para fazer exames que vão mostrar se ela também teria sido abusada pelo pai. Ainda segundo o avô das meninas, o pai acompanhou as crianças até o hospital e disse que as filhas teriam ingerido veneno. Segundo Severino, o suspeito do crime “nunca transmitiu confiança para a família. ”Ele ficou seis meses detido em um presídio de João Pessoa por assalto a mão armada e atualmente é presidiário do regime condicional. “A gente não aceitava o namoro, mas você sabe o que uma paixão pode fazer”. concluiu.

O G1 tentou entrar em contato com a mãe das crianças, mas segundo a família, a jovem de 23 anos estava em estado de choque e por isso não conseguia falar.

De acordo com a delegada Joana Darc, da Infância e Juventude de João Pessoa, na tarde de quinta-feira (10), a mãe das crianças teria deixado as duas filhas com o pai em casa e, quando voltou, percebeu que a criança de dois anos estava gemendo e com hemorragia. Inicialmente ela levou a menina para um hospital no bairro Valentina Figueiredo.

Quando estava na unidade hospitalar, o pai chegou com a filha mais nova dizendo que ela se encontrava em estado similar ao da irmã. Em função da gravidade do estado de saúde, a menina de 2 anos foi transferida para o Trauma e a outra foi levada para o hospital particular. “Ele acompanhou as crianças e disse que elas tinha comido veneno e por isso estavam doentes”, disse Severino Rodrigues.

A delegada Joana Darc solicitou que a criança de 3 anos também fosse examinada. No momento do suposto estupro a criança estava na creche. A família está acompanhando a menina na Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal. Os corpos das meninas de 1 e 2 anos estão na Gemol para serem periciadoss. O suspeito está detido em uma delegacia de João Pessoa.        

veja também