MENU

'Ele tem que pagar',diz mãe de suspeito de assassinato na Oscar Freire

'Ele tem que pagar',diz mãe de suspeito de assassinato na Oscar Freire

Atualizado: Sábado, 27 Agosto de 2011 as 9:41

A DHPP (Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa) de São Paulo ouviu na noite desta sexta-feira, em Sertãozinho, o depoimento de familiares do suspeito de ter matado o analista de sistemas Eugênio Bozola, 52, e o modelo Murilo Rezende da Silva, 21, na rua Oscar Freire, em São Paulo.

Lucas Cintra Zanetti Rosseti, 21, continua foragido. A polícia suspeita que ele esteja escondido na região de Ribeirão Preto, onde moram seus pais. Um dia após o crime, o irmão de Lucas, Alex Rosseti, 20, publicou em seu perfil do twitter que a mãe dele fazia um curativo em Lucas. A polícia suspeita que o ferimento tenha ocorrido no dia do crime.

Twitter de suspeito de matar 2 na Oscar Freire fala de homofobia

Suspeito dopou vítimas antes de matá-las na rua Oscar Freire

PM identifica envolvidos em filmagem de suspeitos agonizantes

Polícia divulga retrato falado de suspeito de matar 2 na Oscar Freire

Modelo morto pretendia se mudar para o Rio, diz namorada

Divulgação Retrato falado de Lucas Cintra Zannetti Rossetti, 21 A mãe de Lucas, Andrea Zanetti, 42, e o irmão dele falaram na noite desta sexta por quatro horas ao delegado da DHPP, Mauro Dias, responsável pelo caso. Os depoimentos foram dados na DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Sertãozinho e terminaram às 22h.

Andrea Zanetti disse que não teve contato com Lucas desde o aniversário dele, na última segunda-feira, e pediu que ele se entregasse "para esclarecer os fatos".

"Quero que ele apareça, que diga o que aconteceu, porque ele deve ter tido uma boa razão para isso", disse.

Embora Andrea tenha dito que não vê Lucas desde o dia do crime, ela afirmou que o filho está com as mãos machucadas. Para ela, Lucas se machucou ao tentar se defender de algo no dia do crime.

"Não estou tirando a culpa dele [de envolvimento no crime]. Ele tem que pagar, só quero que apareça e explique", disse Andrea.

Lucas Rosseti ainda não tem advogado constituído, de acordo com a polícia.

Na manhã desta sexta-feira, o advogado Leonardo Meira, de Sertãozinho, disse que foi procurado pela mãe e pelo irmão de Lucas para defendê-lo. Meira chegou a falar com a polícia para tentar negociar a apresentação do suspeito, mas segundo ele, Lucas não quis negociar a rendição. O advogado disse que ainda não assumiu o caso.    

veja também