MENU

Eletropaulo alerta à população sobre os perigos da energia

Eletropaulo alerta à população sobre os perigos da energia

Atualizado: Segunda-feira, 3 Novembro de 2008 as 12

As férias de fim de ano são um prato cheio para quem quer reformar ou construir sua casa. A chegada do décimo terceiro salário transforma profissionais de todas as áreas em verdadeiros pintores, pedreiros e mestres-de-obras nos dias de folga. O período de férias também é tempo de diversão. Quando faz sol, colocar uma pipa no céu parece ser uma ótima opção para a garotada. Mas, muitas vezes, o barato sai caro. O descuido com a rede elétrica ou a falta de informação pode provocar acidentes, alguns deles fatais. É o que revelam os números de acidentes com o público registrados pela AES Eletropaulo.

No ano de 2007, a AES Eletropaulo registrou 179 acidentes, sendo 30 fatais relacionados às imprudências na rede elétrica, principalmente, nos meses de janeiro, julho e dezembro (período de festas e férias escolares): 13 mortes na construção civil, sete no resgate de pipas, quatro por intervenções abusivas na rede (ligações clandestinas e/ou furto de cabos), dois na instalação de antenas e quatro de outras causas. Até outubro de 2008, a empresa registrou 113 acidentes, sendo 20 fatais: oito mortes na construção civil, quatro na instalação de antenas, três nas intervenções abusivas na rede, dois no resgate de pipas e quatro de outras causas. De 2004 até outubro de 2008, a distribuidora registrou 151 acidentes fatais na rede elétrica.

"Energia elétrica não tem cheiro, não tem cor e pode matar", adverte o gerente de Segurança do Trabalho da AES Eletropaulo, Carlos Prestes. A preocupação com a segurança e a disseminação das informações para os 16,5 milhões de habitantes que integram a área de atendimento da empresa (24 municípios da Região Metropolitana de São Paulo - incluindo a Capital) fez com que a AES Eletropaulo, em conjunto com a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), realizasse a campanha nacional, que acontece de 3 a 9 de novembro nas cinco regiões do País, com o objetivo de conscientizar os consumidores em todo o Brasil sobre como utilizar a energia de forma segura.

Neste ano, a III Semana Nacional da Segurança com Energia Elétrica terá como slogan "A gente avisa, mas você precisa fazer a sua parte". Em todo o Brasil, as distribuidoras montaram uma verdadeira força-tarefa para realizar ações em seus estados. Trinta e uma empresas divulgarão a campanha nas contas de luz; serão realizadas blitzes educativas em ônibus e shoppings, palestras em escolas e canteiros de obras. Também serão veiculados spots de rádio, anúncios de TV e distribuídas cartilhas e folhetos explicativos com dicas de prevenção de acidentes à população.

A AES Eletropaulo concentrará a campanha nas regiões consideradas mais críticas como nos municípios de Osasco, Embu, Carapicuíba e Taboão da Serra, além de São Paulo, nos bairros de Itaquera, Ermelino Matarazzo e Cidade Tiradentes, na Zona Leste, e Brasilândia, Perus e Heliópolis, localizados nas Zonas Norte e Sul. Nessas regiões, conferencistas de segurança da concessionária farão palestras em escolas, associações de moradores e empresas. Para as crianças, serão distribuídos kits com gibis, jogo da memória e tabuleiro. Durante todo o mês de novembro, atendentes, leituristas e entregadores de conta usarão bonés e camisetas da campanha e distribuirão folhetos informativos. Também haverá testemunhal de locutores durante a transmissão de jogos de futebol com a assinatura da campanha nacional.

Além disso, serão realizadas atividades de conscientização no caminhão interativo "AES Eletropaulo Nas Escolas" e visita e entrega de cartazes da campanha e folders de segurança em lojas de material de construção. Um filme mudo está sendo exibido em mídia eletrônica nas estações de trem da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) Brás e Barra Funda, onde também foram instalados painéis da campanha. Também foram instalados painéis nas estações de trem da CPTM: Itaquera, Guaianazes, São Miguel, Itaim Paulista, José Bonifácio (Zona Leste), Itapevi, Jandira, Osasco, Perus (Zona Oeste) e Santo André (ABC).

veja também