Em 5 dias, 3,5 mi assistem a pôneis da Nissan no YouTube

Em 5 dias, 3,5 mi assistem a pôneis da Nissan no YouTube

Atualizado: Quarta-feira, 3 Agosto de 2011 as 11:54

"Pôneis malditos, pôneis malditos..." A frase parece ainda mais estranha quando cantarolada pelos próprios animais em questão, com uma melodia infantil que prolonga o adjetivo: maldiiitos.

A animação faz parte do novo comercial da picape Nissan Frontier, veiculado na TV e na internet desde 29 de julho, com direito a página na rede social Facebook.

Cinco dias depois, os vídeos oficiais elaborados pela agência Lew´LaraTBWA e as versões no YouTube já tiveram 3,5 milhões de acessos (veja o vídeo abaixo).

Entre os "extras" disponíveis na web, está a mensagem de um dos animais coloridos, que, com expressão diabólica e voz muito grave, alerta para a "maldição do pônei" (não esquecer mais o jingle).

"Quisemos destacar a principal qualidade do carro, que é a força, sem perder a ousadia que marca a campanha desde o ano passado", diz Márcio Oliveira, vice-presidente de operações da Lew´LaraTBWA. A Nissan é a principal conta da agência.

Em 2010, o foco era comparar o produto aos concorrentes de forma agressiva, com vídeos que provocaram a reação dos competidores.

Um dos filmes trazia caubóis na carroceria de picapes de outras marcas levando banho de lama. O comercial teve de ser retirado do ar.

Eduardo Tomiya, diretor-geral da consultoria BrandAnalytics, diz que a campanha dos pôneis chama a atenção. Mas ele questiona a eficácia.

"Não me parece que o público que busca esse tipo de produto [uma picape] esteja atrás de pôneis, mas, sim, de algo mais rústico", afirma.

Oliveira defende a ideia. "A linguagem mais leve funciona justamente porque sai do previsto", diz. "Mas o comercial também traz o carro passando por estradas difíceis. Não é só o lado 'fofucho'."              

veja também