Em comício com Dilma, Lula pede 'jogo combinado' nas eleições

Em comício com Dilma, Lula pede 'jogo combinado' nas eleições

Atualizado: Quarta-feira, 25 Agosto de 2010 as 10:30

Lula pediu a eleitores 'jogo combinado', para que Dilma não tenha o mesmo 'sofrimento' que ele por não ter a maioria no Senado O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu a militantes em Campo Grande nesta terça-feira (24) “jogo combinado” na hora de votar para governador, senadores e deputados nos Estados na eleição de outubro.

Durante mais um comício ao lado da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff , na capital do Mato Grosso do Sul, o presidente disse que os adversários criarão dificuldades se eleitos e que não quer que Dilma “sofra” o que ele sofreu com o Senado durante o mandato.

“Vocês viram o trabalho que o Senado dá quando não temos maioria tranquila no Senado. Eu não quero para a companheira Dilma o sofrimento que eu tive no Senado."

Lula voltou a fazer duras críticas à imprensa ao dizer que foi vítima de preconceito por não ter diploma universitário. O presidente relembrou que foi questionado quando candidato, durante uma reunião com a direção do jornal Folha de S.Paulo, se falava inglês, o que ele negou.

“Eu disse (na reunião) que eu arrumaria um tradutor (..) Teve uma hora que eu me senti chateado e levantei da mesa e fui embora. (..) Vou terminar meu mandato sem precisar ter almoçado em nenhum jornal e nenhuma televisão. Eu nunca faltei ao respeito com nenhum deles, mas já faltaram com respeito comigo”, afirmou, para completar: “Se dependesse de alguns meios de comunicação, eu teria 0% nas pesquisas e não 80% de bom e ótimo”.

Antes de Lula, a ex-ministra da Casa Civil falou por cerca de 15 minutos e repetiu em sua fala as afirmações usadas em outros atos públicos de que a oposição usa um discurso nas eleições e outro após o pleito.

veja também