MENU

Em dois dias, chuva causa morte de nove pessoas em SP

Em dois dias, chuva causa morte de nove pessoas em SP

Atualizado: Sexta-feira, 4 Dezembro de 2009 as 12

As chuvas que atingiram o estado de São Paulo entre quinta-feira (3) e esta sexta-feira (4) provocaram a morte de nove pessoas. Outras duas ainda estão desaparecidas no Parque São Rafael, na Zona Leste da capital. Desde o início da manhã, os Bombeiros procuram por pai e filho que estavam numa casa soterrada em decorrência de um deslizamento de terra. No mesmo local, um homem, cuja idade não foi informada, morreu após ser soterrado na quinta-feira.

Em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, os mortos foram três crianças e uma adolescente que estavam em casa assistindo televisão quando o imóvel foi atingido por um deslizamento de terra na tarde de quinta. Uma menina de 13 anos que também estava na casa teve ferimentos leves, mas passa bem.

Em Mauá, no ABC, um adolescente de 14 anos , morreu soterrado na madrugada desta sexta-feira no Jardim Élida. Ele foi vítima de uma deslizamento de terra que ocorreu na Estrada dos Carneiros, segundo a assessoria de imprensa da prefeitura.

Litoral norte

No litoral norte, a chuva forte que atinge a região desde a madrugada desta sexta-feira, provocou a morte de uma criança de 8 anos, que foi vítima de um soterramento em Ubatuba, a 226 quilômetros da capital paulista. Segundo o Corpo de Bombeiros em Ubatuba, a criança estava na cozinha da casa quando houve um deslizamento de terra, por volta das 8h30.

Interior

Em Pinhalzinho, a 112 quilômetros da capital paulista, um casal morreu soterrado na zona rural do município na madrugada de quinta-feira, segundo informações da Polícia Militar na cidade. O município não possui unidade do Corpo de Bombeiros. O soterramento ocorreu quando parte de um barranco nos fundos da casa da família foi abaixo. Os quatro filhos do casal, que estavam dormindo no mesmo quarto, sobreviveram e estão na casa de parentes.

Procurada pelo G1, a Defesa Civil Estadual informou que só irá divulgar um balanço de mortes na tarde desta sexta-feira (4).

veja também