Em GO, Aécio diz que Brasil sabe onde está o DNA dos dossiês

Em GO, Aécio diz que Brasil sabe onde está o DNA dos dossiês

Atualizado: Quinta-feira, 21 Outubro de 2010 as 2:35

O ex-governador de Minas Gerais e senador eleito Aécio Neves, comentou nesta quinta-feira (21), durante entrevista coletiva concedida em Goiânia, a reportagem do jornal Folha de S. Paulo, na qual o jornalista Amaury Ribeiro Jr. declarou que colhia informações para blindar Aécio dentro do PSDB. "Eu não tenho o que comentar. Eu acho que o Brasil inteiro sabe onde está o DNA de dossiês, onde vivem e trabalham os Aloprados", disse. "Eu tenho certeza que o Brasil cada vez mais percebe a manipulação dessas instituições", completou Aécio.

O senador eleito disse que está na hora de trabalhar para garantir a eleição de José Serra (PSDB) à presidência para que as instituições democráticas no País não estejam a serviço de uma "facção política ou de um governo circunstancial". Para Aécio, as instituições brasileiras têm que estar a serviço da democracia.

Aécio disse ter estranhado a divulgação do depoimento de Amaury tão próximo ao dia da eleição do segundo turno. "É muito estranho que, às vésperas da eleição, uma versão de um depoimento busque criar um antagonismo no campo adversário", disse o mineiro. "Serra e eu estamos absolutamente unidos, imunes a essas intrigas. E quem deve, repito, explicação em relação a dossiês, em relação à quebra de sigilo - como nós vimos do caseiro há um tempo atrás - é sempre o PT", afirmou o ex-governador de Minas Gerais. "Essa é uma prática do PT e não do PSDB", concluiu.

O senador garantiu que está trabalhando firme na campanha de José Serra à presidência nas viagens que faz por todo o País. "Obviamente estamos muito mobilizados em Minas Gerais também. Tenho muita confiança na vitória de Serra, porque agora no segundo turno, a diferença das propostas vai ficando absolutamente clara". Segundo Aécio Neves, Serra não representa apenas a vitória de um projeto político ou de um partido político. "É a vitória da própria democracia".

O tucano disse ainda que na campanha deste ano, o uso das instituições públicas e de parcela do poder do governo federal em torno de uma candidatura está visível como nunca antes. "Jamais se viu um presidente descer do patamar da presidência da República para avançar tanto nas eleições, não apenas na nacional, mas nas eleições estaduais", reclamou Aécio. "Eu espero que a população brasileira perceba a importância da vitória de Serra", disse também.

Aécio Neves está em Goiânia junto com o presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, para participar de eventos políticos junto com o candidato do PSDB ao governo do Estado, Marconi Perillo. Neste momento, participa de carreata no Setor Campinas, bairro tradicional da capital goiana.

Por: Mirelle Irene

veja também