MENU

Em PE, mulher diz ter sido atacada por jumento em via pública

Em PE, mulher diz ter sido atacada por jumento em via pública

Atualizado: Sexta-feira, 9 Dezembro de 2011 as 3:35

Mulher é atacada por jumento em Paulista (PE)

(Foto: Divulgação/Arquivo pessoal)

Uma mulher de 59 anos afirma que foi atacada por um jumento no bairro do Janga, no município de Paulista, Região Metropolitana do Recife, na última quinta-feira (8). Ela prometeu que vai entrar na Justiça contra a prefeitura do município porque diz ser comum encontrar, na localidade, animais soltos em via pública. A dona de casa, que está internada em um hospital particular de Olinda, afirmou que passará por cirurgia, pois sofreu uma fratura no braço durante o ataque.

“Eu estava passando perto do animal em uma rua que dá acesso a um conjunto residencial, aí ele ficou assustado e avançou. Eu caí e ele ficou em cima de mim, me mordendo. Ele me mordeu em três lugares, no ombro, na nuca e na barriga. No hora, caí por cima do braço e vou ter que fazer uma cirurgia”, explica. A dona de casa também contou que um homem desconhecido a socorreu, espantando o jumento com um chute.     Mulher mostra mordida na barriga.

(Foto: Divulgação/Arquivo pessoal)   A vítima afirma que irá processar o município de Paulista, de acordo com a advogada Mariselma Aleixo de Moraes. “Eu vou registrar um boletim de ocorrência, entrar com uma ação de indenização e com uma ação criminal contra a prefeitura”, diz. O ataque não foi registrado pela rede municipal de saúde, segundo a diretora de Vigilância à Saúde da Prefeitura de Paulista, Eliane Rodrigues. “Oficialmente a Diretoria de Vigilância à Saúde do município não tem conhecimento do caso. Nós pedimos que os familiares entrem em contato com o órgão para que as providências sejam tomadas”, declara.

Sobre a circulação de animais em vias públicas, a Secretaria de Saúde de Paulista informou que os animais de grande porte apreendidos no município são encaminhados ao Centro de Vigilância Animal (CVA) do Recife. Porém, como o local está sendo reformado o trabalho foi suspenso. A prefeitura também afirmou que a Secretaria de Saúde de Paulista vem estudando a possibilidade de implantar um CVA na cidade e acrescentou que trabalhos educativos vêm sendo realizados junto aos proprietários para que não deixem os animais soltos nas vias públicas.

A reportagem do G1 entrou em contato com a Prefeitura do Recife sobre a reforma do CVA. Até o momento de publicação desta reportagem, o município ainda não havia se pronunciado.          

veja também