MENU

Em protesto na Zona Oeste, ônibus são depredados e incêndiados

Em protesto na Zona Oeste, ônibus são depredados e incêndiados

Atualizado: Quinta-feira, 10 Outubro de 2013 as 6

onibus queimado
Três ônibus foram incendiados e dois depredados durante manifestação contra falta d'água na noite desta quarta-feira (9) na Zona Oeste de São Paulo. Os moradores do Jardim Paulo VI, próximo à Rodovia Raposo Tavares afirmaram que a suspensão do abastecimento começou no sábado (5).
 
Dois ônibus incendiados são da SPTrans e o terceiro, da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU). Um deles pegou fogo na Rua José Porfírio de Souza e ficou atravessado na via, o que impedia a circulação. Na manhã desta quina-feira (10), oito linhas da SPTrans tiveram sua rota desviada pelo km 17 da Rodovia Raposo Tavares: 714C/10 - Educandário - Largo da Pólvora; 748R/10 - Jardim João XXIII - Metrô Barra Funda; 7545/10 - Jardim João XXIII - Praça Ramos; 778J/10 - Jardim Arpoador - Metrô Barra Funda; 7093/10 - Jardim João XXIII - Praça Ramos; 8077/10 - Jardim João 2XXIII- Metrô Butantã; 809D/10 - Cohab Educandario - Terminal Pinheiros e 756A/10 - Jardim Paulo VI - Santo Amaro.
 
Os manifestantes afirmaram que a Sabesp não tomou as providências necessárias para sanar o problema, como informou o Bom Dia São Paulo.
 
A empresa, por sua vez, disse não ter sido informada de que a falta d´água começou no sábado. Um reparo foi feito na quarta-feira, de acordo com a Sabesp. Os moradores disseram que o fornecimento estava sendo restabelecido na manhã desta quinta-feira (10).
 

veja também