MENU

Em SP, criminosos aproveitam hora do jogo do Brasil para roubar

Em SP, criminosos aproveitam hora do jogo do Brasil para roubar

Atualizado: Sexta-feira, 25 Junho de 2010 as 9

Caso não tivesse sido frustrado antecipadamente pela polícia, o plano de invasão de uma agência bancária de São José dos Campos, no interior de São Paulo, durante o jogo desta sexta-feira (25) entre Brasil e Portugal entraria para a lista de crimes cometidos quando a seleção brasileira está em campo.

O G1 ouviu relatos de vítimas e policiais envolvidos em  ocorrências durante as duas atuações anteriores do Brasil, nos dias 15 e 20 de junho.

saiba mais Túnel seria usado para roubo a banco durante jogo do Brasil, diz polícia Adolescentes arrombam delegacia na hora do jogo no interior de SP Bandidos fazem família refém durante jogo do Brasil no interior de SP

Testemunha avisa a polícia sobre sequestro-relâmpago e salva casal

De acordo com a Polícia Militar de São Paulo, o número de ocorrências de roubos e furtos em dias de jogos  tem  sido um pouco menor. Durante o jogo  não há aumento na quantidade de chamadas para o telefone 190. Contudo, até três horas após o jogo, a quantidade de chamados cresce em torno de 25%, principalmente em razão de desentendimentos.

Comente esta notícia

O coronel da reserva da Polícia Militar e consultor de segurança pública José Vicente faz algumas recomendações. "Jogo do Brasil na Copa é uma comemoração que não tem torcida adversária. Muita gente vai exagerar na bebida, por isso é bom evitar levar criança a locais com muita aglomeração. Os crimes são os mesmos, mas os ladrões buscam oportunidade. Vão sempre atacar locais ou pessoas mais vulneráveis. É importante manter a casa e o carro bem fechados. Os criminosos não estão preocupados com o andamento do jogo e o cidadão não pode relaxar demais porque o ladrão está sempre trabalhando."

O sargento Vladimir Pereira da Silva, da 2ª Companhia do 27º Batalhão da PM, em São Paulo, conta que no dia do jogo do Brasil contra a Coreia do Norte, por volta das 16h, sua equipe flagrou um casal e um adolescente passeando com um Fiesta vermelho em uma rua da Zona Sul. O veículo havia sido roubado no dia anterior.

"Aproveitaram o horário do jogo para passear com o carro", afirmou. Ao perceber a abordagem, os suspeitos tentaram fugir e bateram. Na mesma tarde, enquanto a bola ainda rolava em campo, os policiais flagraram um homem suspeito de ter roubado o celular de uma vítima de 18 anos, que veio do interior de São Paulo para visitar parentes na Zona Sul.

Segundo o sargento, uma testemunha viu que a garota de 18 anos foi assaltada e que o criminoso entrou em uma perua de lotação. Essa testemunha pegou carona com um motoqueiro, ultrapassou a lotação e avisou a equipe de policiais. Ao perceber que os policiais estavam parando as vans, o rapaz desceu e ficou parado em um ponto de ônibus, mas foi pego com o celular da vítima.

veja também