MENU

Em tom de despedida, Lula inaugura dois prédios em universidade federal no interior de Minas

Em tom de despedida, Lula inaugura dois prédios em universidade federal no interior de Minas

Atualizado: Quarta-feira, 11 Agosto de 2010 as 9:26

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a adotar o tom de despedida, ao discursar hoje (10) para estudantes na inauguração de dois campi da Universidade Federal de São João del Rey, nos municípios mineiros de Divinópolis e Ouro Branco. O prédio de Divinópolis recebeu o nome de Campus Centro Oeste Dona Lindu, em homenagem à mãe do presidente.  

Relembrando episódios do início de seu governo e de sua trajetória política, Lula voltou a afirmar que vai pedir aos ministros que registrem em cartório tudo o que foi feito nos últimos oito anos. O objetivo, segundo ele, é traçar um novo paradigma para o próximo presidente da República. “Cada centavo aplicado, cada tijolo, cada metro de asfalto, cada lápis [deverá ser registrado ]. Quero isso para quem vier depois de mim ter outro paradigma e não partir do nada como antes.”

Ele ressaltou ainda a importância da educação para que o país deixe de ser apenas exportador de matérias-primas e possa vender “inteligência”. “As commodities são importantes, mas a gente vai se transformar em uma grande nação quando estiver exportando a nossa inteligência. É por isso que precisamos investir em universidades.”

O presidente disse que tinha medo de errar quando assumiu o governo porque isso poderia significar que outro torneiro mecânico não assumiria novamente a Presidência da República. Ainda usando o tom de quem fazia um balanço do governo, Lula disse que fechará o mandato com 14,5 milhões de empregos criados e uma taxa de desemprego de 7% - menor que a dos Estados Unidos, que atualmente é de 10%, segundo ele.

veja também