MENU

Embarcação que naufragou podia levar até 92 pessoas, diz Marinha

Embarcação que naufragou podia levar até 92 pessoas, diz Marinha

Atualizado: Segunda-feira, 23 Maio de 2011 as 1:43

Em nota divulgada no começo da tarde desta segunda-feira (23), a Marinha informou que a embarcação que naufragou na noite deste domingo tinha autorização para transportar 90 pessoas e 2 tripulantes. 

De acordo com a autoridade militar, a embarcação passou por vistoria em novembro de 2010, quando foi verificado que os equipamentos de segurança - coletes, extintor de incêndio e boias circular, entre outros – “encontravam-se de acordo com as especificações e na quantidade prevista”. Além disso, o piloto da embarcação no momento do acidente, Ayrton da Silva Maciel, possui a habilitação exigida.

A Marinha declarou que mantém um equipe da Delegacia Fluvial de Brasília no local do acidente, apurando as causas do naufrágio e auxiliando na busca de vítimas desaparecidas. A busca é comandada pelo Corpo de Bombeiros.

Veja a íntegra da nota:

"MARINHA DO BRASIL

COMANDO DO 7º DISTRITO NAVAL

NOTA À IMPRENSA

Brasília, 23 de maio de 2011.

A Delegacia Fluvial de Brasília tomou conhecimento que, por volta das 21 horas desse domingo, 22 de maio, a embarcação "Imagination" naufragou, nas proximidades do Clube da Associação de Servidores da Câmara dos Deputados (ASCADE), no meio do Lago Paranoá, Brasília - DF. Equipes da Delegacia Fluvial de Brasília (DelBrasília), do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil do DF foram imediatamente para o local e iniciaram o trabalho de resgate das vítimas.

De acordo com seus registros, a embarcação "Imagination", que era autorizada a transportar até 90 pessoas e dois tripulantes, sofreu vistoria em novembro de 2010, quando renovou o "Certificado de Segurança da Navegação - CSN", estando dentro das normas previstas para este tipo de embarcação. Na ocasião, o Material de Salvatagem (coletes, extintor de incêndio e boias circular, entre outros) encontrava-se de acordo com as especificações e na quantidade prevista. O condutor da embarcação no momento do acidente, Sr Airton da Silva Maciel, possui a habilitação exigida.

A DelBrasília informa que mantém uma equipe de Inspeção Naval pronta para atuar no Lago Paranoá 24 horas por dia, com pelo menos quatro militares. A fiscalização, realizada inclusive no período noturno, é intensificada nos dias em que há um maior movimento de embarcações no Lago, que são sábados, domingos e feriados.

Visando o incremento da "Mentalidade de Segurança" por parte da sociedade, a Marinha promoveu em agosto de 2010, no Clube Naval de Brasília, o "VII Seminário de Segurança do Navegador Amador", do qual participaram diversos especialistas em navegação, segurança e primeiros socorros. Ressalta-se ainda que a DelBrasília tem intensificado, ao longo dos anos, suas ações de Inspeção Naval realizadas no Lago Paranoá e que somente nos meses de janeiro a abril de 2011, registrou os seguintes números percentuais em comparação com o mesmo período do ano anterior:

- Número de embarcações inspecionadas: acréscimo de 88%

- Número de Notificações: acréscimo de 59%

- Número de embarcações apreendidas: acréscimo de 350%

Uma equipe da Delegacia Fluvial de Brasília permanece no local apurando as causas do acidente e auxilia na busca das vítimas desaparecidas, realizada pelo Corpo de Bombeiros de Brasília.

A DelBrasília, além de auxiliar nas buscas, continuará o processo de obtenção de informações sobre as circunstâncias em que ocorreu o acidente, de modo a conduzir o inquérito, que foi aberto para investigar as causas e as condições da embarcação no momento do sinistro, inclusive no que se refere à quantidade de material de salvatagem, cujo prazo para conclusão é de até 90 dias.

ANDREA DELDUQUE

Capitão-Tenente (T)

Assessora de Comunicação Social"          

veja também