MENU

Empresários vão dominar metade do Congresso

Empresários vão dominar metade do Congresso

Atualizado: Segunda-feira, 27 Dezembro de 2010 as 9:26

Um em cada dois parlamentares que tomarão posse em fevereiro de 2011 é proprietário ou sócio de algum estabelecimento comercial, industrial, de prestação de serviços ou dono de fazenda. Levantamento do Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) mostra que a nova bancada empresarial é a maior em mais de duas décadas.

Dos 219 congressistas empresários eleitos em 2006, a bancada saltou para 273 integrantes. Esse time representa mais de 45% do Congresso Nacional (47,95% da Câmara e 33,33% do Senado).

Até agora, o maior número de empresários eleitos havia sido para a Constituinte de 1988, quando eles ocuparam um total de 220 cadeiras nas duas casas. O Diap identificou 73 congressistas originários do movimento sindical. A bancada ficou um pouco maior do que a atual, de 61 parlamentares. Em 2002, provavelmente como reflexo da eleição de Lula para a Presidência da República, o grupo ocupou 74 cadeiras no Congresso.

No entanto, a vantagem numérica do próximo mandato não é garantia de vitória nas votações em plenário. O cientista político Rubens Figueiredo, diretor do Cepac (Centro de Pesquisas e Análises de Comunicação), diz que, "historicamente, os parlamentares que se declaram empresários não atuam de modo articulado, diferentemente dos sindicalistas".

As duas bancadas deverão se enfrentar na votação de pautas polêmicas, como, por exemplo, da redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais - uma das bandeiras de luta dos sindicalistas -, e da regulamentação da terceirização desejada pelos empresários.

veja também