MENU

Enfermeiros da rede pública do DF fazem protesto em frente ao Buriti

Enfermeiros da rede pública do DF fazem protesto em frente ao Buriti

Atualizado: Quarta-feira, 9 Novembro de 2011 as 2:01

Os enfermeiros da rede pública do Distrito Federal realizam na manhã desta quarta-feira (9) uma manifestação em frente ao Palácio do Buriti, sede do governo do DF, para reivindicar a incorporação a Gratificação de Atividade de Enfermagem (GAE) ao salário dos funcionários. Por volta das 11h40, os manifestantes bloqueiaram três faixas da via, sentido Memorial Juscelino Kubitschek.

O Sindicato dos Enfermeiros do DF informou que 30% do efetivo foi mantido para atender os casos de emergência. “Estamos mantendo parte do efetivo para atender as emergências nos hospitais”, explicou a presidente do sindicato, Fátima Lemes.   Fátima afirmou ainda que a paralisação da categoria prejudica serviços de atenção básica, saúde da família, ambulatórios, cirurgias eletivas, central de material, vigilâncias epidemiológicas e outros.

A presidente do sindicato ainda disse que a categoria deve realizar uma assembleia ainda nesta quarta para definir os rumos da mobilização. “Queremos ser atendidos pelo governo do Distrito Federal, pelo Secretário de Administração Wilmar Lacerda. Não queremos ser atendidos somente em 2012, nem receber nossa gratificação só no ano que vem”, disse a presidente do sindicato.

A assessoria da Secretaria de Administração informou que não há nenhuma reunião agendada entre representantes da categoria e o secretário Wilmar Lacerda. No entanto, a assessoria afirmou que técnicos da secretaria podem receber os representantes.

Paralisações

Os enfermeiros da rede pública do DF também realizaram paralizações entre os dias 21 e 26 de outubro. No dia 24, a categoria se reuniu em frente ao Hospital de Base de Brasília. No dia seguinte, os enfermeiros fizeram a mobilização no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) e no dia 26 no Hospital Regional da Asa Sul (Hras).

A Secretaria de Saúde informou que uma proposta para atender às reivindicações dos enfermeiros foi encaminhada para a Secretaria de Administração.

veja também