MENU

Enteado é suspeito de matar padrasto para defender mãe, diz polícia

Enteado é suspeito de matar padrasto para defender mãe, diz polícia

Atualizado: Quinta-feira, 20 Outubro de 2011 as 12:13

O frentista Luís Augusto dos Santos, de 42 anos, morreu na noite de quarta-feira (19), após tentar matar sua mulher, uma auxiliar de cozinha, com um facão em sua residência na Rua Domenico Allegri, na Cidade Tiradentes, Zona Leste da capital. Em defesa da mãe, o filho dela, de 9 anos, teria acertado uma facada no padrasto, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP). Santos chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital.

O garoto disse à polícia que viu Luís tentando matar a mãe com um facão, depois de uma briga. Então, ele pegou uma faca na cozinha e feriu o frentista, antes do padrasto atingir a auxiliar de cozinha.

O frentista tentou então atingir o garoto, mas foi impedido por um vizinho que, ao ouvir os gritos da criança e de sua mãe, foi até o local e retirou o facão da mão do frentista.

Mesmo ferido e desarmado, Santos ainda empurrou o menino pelas escadas. O frentista e a mulher foram socorridos pelo Samu e foram levados para o Hospital Santa Marcelina, em Cidade Tiradentes, onde ele morreu.

A mulher foi medicada e liberada. Ela disse que não era a primeira que ele batia e ameaçava os dois com faca.

As armas usadas pelo homem e pela supostamente pela criança foram apreendidas e encaminhadas à perícia técnica. A perícia não foi feita na casa, porque os vizinhos já tinham lavado o local. A polícia requisitou exames de corpo de delito também para auxiliar de cozinha e para a criança.

O caso foi registrado no plantão do 49º DP, na Zona Leste, como violência doméstica, tentativa de homicídio e comunicação de óbito.

veja também