MENU

Envolvidos no caso da jovem que caiu de trio no Rio serão ouvidos de novo

Envolvidos no caso da jovem que caiu de trio no Rio serão ouvidos de novo

Atualizado: Quinta-feira, 17 Março de 2011 as 12:49

Depois de considerar como inconclusivo o laudo que aponta as possíveis causas da morte da jovem de 21 anos que caiu de um trio elétrico durante um bloco em Copacabana, na Zona Sul do Rio, a polícia irá ouvir novamente os envolvidos no caso. De acordo com a delegada da 12ª DP (Copacabana), Cristiana Bento, o dono do bloco e o responsável pelo trio elétrico devem comparecer na delegacia ainda nesta quinta-feira (17).     Ainda segundo Cristina Bento, a polícia agora quer saber até que ponto a falta da barra de proteção na horizontal do veículo pode ter provocado a queda da jovem e também se houve permissão para que as pessoas subissem no trio.

De acordo com a delegada, o engenheiro responsável pelo trio também pode ser ouvido para que ele explique se há alguma norma técnica que envolva a existência da barra de proteção na horizontal no veículo.

Como aconteceu A jovem de 21 anos morreu após cair do trio elétrico de um bloco de rua em Copacabana. A foliã se desequilibrou e caiu do alto do trio, batendo com a cabeça no chão.

Ela sofreu afundamento de crânio e chegou ao Hospital Miguel Couto com parada cardíaca. Os médicos ainda tentaram reanimá-la, mas a jovem não resistiu aos ferimentos.    

veja também