MENU

Equipamento quebra e operário fica pendurado a 35 metros, em Manaus

Equipamento quebra e operário fica pendurado a 35 metros, em Manaus

Atualizado: Quinta-feira, 24 Novembro de 2011 as 3:33

Equipamento ficou pendurado em uma altura de 35 metros (Foto: Héveny Bandeira / G1 AM) Um pedreiro de 40 anos ficou pendurado pelos equipamentos segurança de uma altura de 35 metros. O susto ocorreu na manhã desta quinta-feira (24), em uma obra localizada no Conj. Morada do Sol, Aleixo, Zona Centro- Sul da capital.

No momento do incidente o pedreiro realizava acabamento na área externa do edifício quando o balancim - plataforma metálica ou de madeira, sustentada por cabos de aço utilizada na construção civil - no qual ele se encontrava quebrou. O equipamento pertence a uma empresa terceirizada.

Segundo o vice-presidente do Sindicato da Construção Civil no Amazonas, Cícero Custódio, o trabalhador foi salvo pelos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e socorrido por técnicos de segurança do trabalho da empresa responsável pela obra. "A sorte dele foi que ele estava com o cinto de segurança", disse. De acordo com Cícero Custódio, que acompanhou a ocorrência, o pedreiro não sofreu nenhum ferimento. "Ele ficou muito assustado, mas estava bem. Foi levado para um posto médico e foi liberado", relatou.

Estatísticas

De acordo com Sindicato da Construção Civil no Amazonas, de janeiro a outubro de 2011 foram registrados sete acidentes fatais na capital. " O número de obras aumentou, porém os acidentes reduziram, disse o Cícero Custódio. Ano passado, foram registrados 13 acidentes fatais na capital, e segundo sindicato a maioria deles foi por falta do uso de equipamentos de segurança.

Ainda segundo Cícero, o Sindicato e as construtoras estão trabalhando em conjunto com o Ministério do Trabalho e DRT para conscientizar os trabalhadores sobre o uso dos EPI. "Este número tem diminuido por conta das palestras de orientação que estão sendo realizadas", disse Cícero Custódio.        

veja também