MENU

'Estava no lugar errado, na hora errada', diz vítima de roubo em MS

'Estava no lugar errado, na hora errada', diz vítima de roubo em MS

Atualizado: Quinta-feira, 8 Setembro de 2011 as 2:32

O bacharel em Direito de 22 anos que escapou de sequestro seguido de roubo já foi assaltado três vezes em Campo Grande. Na noite de quarta-feira (7), ele e a namorada, de 20 anos foram rendidos na rua por três ladrões. A jovem, acadêmica de Psicologia, atraiu os ladrões para um apartamento e, para escapar, pulou a janela do 1º andar, no bairro São Francisco. Ela sofreu fratura no calcanhar. “Eu acho que a gente estava parado no lugar errado e na hora errada”, disse o rapaz.   Os ladrões fugiram e levaram o rapaz que ainda estava no carro. A vítima só conseguiu fugir quando eles pararam em um posto de combustíveis para abastecer. “Ele estava bobeando e aí eu saí correndo”, conta o rapaz.

O roubo aconteceu às 22 horas (horário de MS), quando o casal estava na rua 25 de Dezembro, em frente ao prédio que a jovem fica hospedada quando visita o namorado, em Mato Grosso do Sul. A acadêmica residente com a família em Andradina (SP).

“Eu tinha acabando de parar o carro, podia acontecer com qualquer um”. Eles foram surpreendidos por três homens e apenas um deles estava com revólver. A informação inicial, dada pela polícia, é que dois estariam armados.

A acadêmica foi obrigada a sentar no lugar do passageiro e o rapaz, no banco de trás, entre os dois ladrões. O condutor começou a dar voltas pela cidade. A todo momento, falavam com alguém pelo telefone celular e diziam que levariam o carro para a Bolívia.

Os sequestradores queriam dinheiro e, como o rapaz só tinha R$ 40, a jovem disse que eles podiam voltar ao prédio para pegar mais dinheiro e também o carro dela. “Eles diziam que precisavam de dinheiro para abastecer", disse a vítima.

A jovem subiu até o apartamento com um dos ladrões, enquanto o rapaz ficou no carro com os outros dois. Segundo informações da Polícia Civil, quando chegaram ao apartamento, ela correu e pulou a janela, de altura aproximada de quatro metros.

De acordo com boletim de ocorrência, o ladrão se assustou e fugiu correndo. No carro, teria dito: “a vagabunda reagiu e pulou do prédio”.

Os ladrões levaram o rapaz até a saída de Cuiabá. Antes de chegar ao posto de combustíveis, a vítima foi retirada do carro e ficou com um dos ladrões em uma rua escura, enquanto o carro era abastecido. O rapaz aproveitou e fugiu. “Eu já fui assalto duas vezes. Fica meio difícil agora andar pela cidade, é uma insegurança muito grande.”

A acadêmica foi socorrida e levada para Santa Casa. Ela fraturou o calcanhar e foi levada para Andradina (SP). Os ladrões levaram uma corrente de ouro, celular e R$ 40.        

veja também