MENU

Estudante de medicina é denunciado pelo MP por esfaquear colega

Estudante de medicina é denunciado pelo MP por esfaquear colega

Atualizado: Terça-feira, 21 Junho de 2011 as 1:22

O juiz sumariante do 1º Tribunal do Júri, Guilherme Queiroz Lacerda, aceitou a denúncia do Ministério Público (MP) contra o estudante de medicina da Universidade Federal de Minas (UFMG) acusado de tentar matar a facadas uma colega de curso.

O estudante foi denunciado pelo crime de homicídio duplamente qualificado por motivo fútil e por dificultar a defesa da vítima, porque ela foi surpreendida pelas costas na garagem do prédio onde ela reside com os pais, no bairro Salgado Filho, Região Oeste de Belo Horizonte. Ele responderá por tentativa de homicídio e ainda pelo crime de lesão corporal, por ter ferido o pai da vítima no momento da fuga.

De acordo com a denúncia do MP, o crime foi cometido porque ele não aceitou a rejeição da colega. O MP baseou-se nas provas periciais e nos depoimentos da vítima, de testemunhas e do próprio denunciado.

Em 19 de março deste ano, depois de uma festa do Diretório Acadêmico de Medicina, o denunciado seguiu o carro dirigido pelo pai da vítima. Quando a moça saiu do carro em frente ao prédio onde morava e, enquanto o pai estacionava o carro, o acusado atacou a moça com uma faca de cozinha.

Ele deu vários golpes na vítima que tentava escapar e gritava por ajuda. O pai dela foi socorrê-la e, ao surpreender o estudante, também foi esfaqueado. O acusado pulou as grades do prédio e fugiu em seu carro para a casa de seus pais na cidade de Abaeté, na Região Central de Minas.

Na delegacia, quando se apresentou dias depois, confessou o crime e disse que agiu "por raiva, após sentir-se desprezado", mas que estava arrependido pela "bobagem" que havia feito.

A jovem e o pai foram tratados dos ferimentos e passam bem.          

veja também