MENU

Estudante de medicina esfaqueada recebe alta de hospital em BH

Estudante de medicina esfaqueada recebe alta de hospital em BH

Atualizado: Sexta-feira, 25 Março de 2011 as 1:27

A estudante de medicina que teria sido esfaqueada por um colega de faculdade recebeu alta do Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, nesta sexta-feira (25). Maria Luiza Costa Pinto, de 21 anos, estava internada desde sábado (19), quando foi gravemente ferida. Ela deixou a Unidade de Terapia Intensiva nesta terça-feira (22).

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o suspeito do crime, Vitor Guilherme Ribeiro, de 21 anos, teria confessado que esfaqueou a jovem por causa se um amor não correspondido. Ele se apresentou à polícia na tarde desta terça-feira (22), prestou depoimento e foi liberado. A Polícia Civil pediu a prisão temporária do jovem, mas a Justiça não concedeu mandado de prisão.

Segundo informações da Polícia Civil, a estudante foi ouvida no hospital nesta quarta-feira (23) e teria dito à delegada responsável pelo caso, Daniele Aguiar, que nunca teve nenhum tipo de relacionamento com o suspeito. Ainda de acordo com a Polícia Civil, a jovem relatou também que ele parecia ter um comportamento obsessivo por ela.

O suspeito foi identificado com a ajuda do pai de Luiza Costa Pinto, que estava com a jovem no momento do crime. Maria Luiza foi esfaqueada na garagem do prédio onde ela mora, no bairro Salgado Filho, Região Oeste de Belo Horizonte, quando chegava em casa. De acordo com a polícia, o suspeito teria aproveitado que o portão eletrônico ainda não havia fechado por completo e entrou na garagem da residência. Em seguida, teria atingido a jovem nas costas, no tórax e no braço. O pai dela teve ferimentos leves.

A Polícia Civil investiga o caso e informou que aguarda laudos e depoimentos de amigos e parentes da vítima e do suspeito para concluir o inquérito. A polícia tem 30 dias para concluir as investigações.      

veja também