MENU

Estudante é libertado após 17 dias de sequestro em SP

Estudante é libertado após 17 dias de sequestro em SP

Atualizado: Quarta-feira, 20 Outubro de 2010 as 10:09

Um estudante universitário de 21 anos, filho de um empresário de São Bernardo do Campo, na Grande SP, foi libertado pela polícia após 17 dias de sequestro. O jovem foi encontrado na noite de ontem graças a uma denúncia anônima que levou os policiais até um cativeiro na Favela Alba, no Jabaquara, zona sul da capital, onde ele era mantido refém. A vítima estava no segundo andar de um barraco, com um dos sequestradores, que foi preso.

O rapaz trabalha na empresa do pai, que fornece mão-de-obra para indústrias de autopeças na região do ABC, e dirigia seu Honda Civic quando foi fechado por dois veículos às 20 horas do dia 2 de outubro, um sábado, em São Bernardo do Campo. Ele pensou que se tratava de um assalto e entregou as chaves do veículo, mas os criminosos disseram que iriam levá-lo e o colocaram no banco de trás de um dos carros.

No dia seguinte, um dos sequestradores ligou para a família, exigiu o valor do resgate e avisou que ligaria novamente em quinze dias, período no qual o dinheiro deveria ser arranjado. "Disseram que iriam retalhar o menino se não conseguíssemos o dinheiro", contou um familiar da vítima, que não informou o valor exigido e preferiu não se identificar.

Nove policiais foram à Favela Alba, na Rua Freire Farto, para vasculhar as residências e desconfiaram de dois homens sentados em uma cama no segundo andar de um barraco. Sob coação do criminoso, a vítima inicialmente disse que os dois eram primos, mas depois pediu ajuda aos militares.

No período de cativeiro o rapaz foi constantemente ameaçado, mas não chegou a sofrer violência física e não apresentava ferimentos, segundo seu parente. "Ele está bem de saúde, apesar de muito traumatizado com a situação. Foram 17 dias de sofrimento", disse o familiar.

O criminoso, que se identificou como Igor Renê Pereira da Rocha, 25 anos, estava foragido do presídio de Franco da Rocha desde agosto último, após receber o benefício de saída temporária do Dia dos Pais e não voltar à prisão, onde cumpria pena por roubo. Com ele, a polícia apreendeu uma pistola calibre 380.

O sequestro estava sendo investigado pela Delegacia Seccional de São Bernardo do Campo e Igor foi encaminhado ao 35º Distrito Policial de São Paulo, no Jabaquara.    

veja também