MENU

Estudante vai ter 3 minutos para responder cada questão do Enem

Estudante vai ter 3 minutos para responder cada questão do Enem

Atualizado: Quinta-feira, 4 Novembro de 2010 as 8:40

A prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), que será aplicada neste sábado e no domingo (6 e 7 de novembro), vai dar apenas três minutos para estudantes responderem cada uma das 180 questões cobradas.

É metade do tempo fornecido pelo vestibular da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) - seis minutos e 25 segundos para cada questão, na primeira fase - e menos que os quatro minutos e 25 segundos dados pelo próprio Enem antes de 2009, quando várias mudanças ocorreram no exame, como o aumento no número de perguntas.

O tempo, no Enem, é considerado insuficiente para que o aluno faça uma boa prova, na avaliação de educadores e diretores de cursinho ouvidos pelo R7. Esse é o "principal obstáculo" na hora de responder às questões do exame, afirma o professor Paulo Lima, que coordena a unidade Vila Olímpia do Cursinho CPV, em São Paulo.

- As perguntas trazem excesso de informações, o que faz perder tempo. O aluno precisa ter atenção e não se perder nos enunciados. Sempre é importante começar pelas questões mais simples, aquelas que o estudante tem facilidade. Qualquer deslize no tempo pode significar deixar para trás muitos pontos a mais.

O ideal é ler a prova inteira e separar o que é fácil e mais difícil, afirma o professor de física Ernani Ferrara. Como o Enem é muito longo, "empacar" em uma das questões não é algo aconselhável pelo educador.

- Recomendo ao aluno fazer as questões que sabe primeiro. É melhor chutar as que ele não entendeu, no fim das contas, do que não ter tempo para responder as que domina.

Exame cansativo

Outro grande problema do Enem é ter se tornado uma avaliação cansativa. O diretor de vestibulares do cursinho Anglo, Alberto do Nascimento, compara a prova a uma "maratona de questões".

Mais de 4,5 milhões devem fazer o Enem

- No domingo (dia 7), além das questões de múltipla escolha, é cobrada uma redação dissertativa. O pessoal já se cansou muito no sábado e enfrenta outra batalha no dia seguinte. O ideal é que cada prova fosse em uma semana diferente. Isso resolveria o problema também dos alunos judeus, que por questões religiosas não podem fazer o Enem no horário normal do sábado.

O vestibular mais parecido com o Enem é o da Unesp (Universidade Estadual Paulista), afirma Nascimento. O tempo de duração e o número de perguntas (90 em um dos dias) são iguais, além do grau de dificuldade ser similar, na opinião do diretor do Anglo.

- O Enem em 2009 foi mais duro [que nos anos anteriores], mas passou longe da dificuldade de uma Fuvest (vestibular para a USP). Tem um estilo muito diferente.

Saiba como será o Enem

A prova vai começar às 13h em ambos os dias de prova. Os portões vão ser abertos às 12h30 e serão fechados às 12h55 - não será permitido entrar depois disso nas salas de exame.

O Enem, que passou por diversas mudanças no ano passado, vai ser composto por 180 questões de múltipla escolha - 90 no dia 6 de novembro (45 de ciências da natureza e 45 de ciências humanas) e 90 mais uma redação no dia 7 (45 de linguagens e 45 de matemática).

Não é permitido usar celular, relógio e MP3 Player durante a prova. O estudante é orientado pelo MEC (Ministério da Educação) a levar apenas caneta de tinta preta e documento de identidade na hora do exame.

O ministro da Educação, Fernando Haddad, prometeu que as questões terão textos e enunciados mais curtos neste ano.

veja também