MENU

Eutanásia em baleia franca pode ser feita nesta terça em SC

Eutanásia em baleia franca pode ser feita nesta terça em SC

Atualizado: Terça-feira, 14 Setembro de 2010 as 8:02

A baleia franca encalhada em uma praia em Laguna, litoral sul de Santa Catarina, desde o dia 7 de setembro, vai passar por um novo procedimento de eutanásia, que poderá ser realizado  nesta terça-feira (8). Depois de resistir ao primeiro procedimento, na sexta-feira (10), o animal vai receber uma nova injeção com outros tipos de medicamentos.

Um grupo de trabalho formado por médicos, veterinários e representantes de instituições se reuniu, na manhã desta segunda-feira (13), para definir a realização da nova eutanásia. Segundo a assessoria do Projeto Baleia Franca, mais uma vez, o procedimento vai requerer uma alta dosagem de medicamentos, porém de outros tipos, para que possam surtir os efeitos esperados.

A equipe discutiu, durante a reunião, a logística para adquirir as medicações, já que vai ser preciso uma grande quantidade. Para isso, informou a assessoria, vai ser necessário entrar em contato com fornecedores que estão em diferentes regiões do estado.

O objetivo, segundo a assessoria, é conseguir os medicamentos até o início da manhã desta terça (14), para que o procedimento seja realizado no mesmo dia.

Desde a sexta-feira (10), quando a baleia resistiu à primeira eutanásia, ela se encontra com os mesmos sinais vitais de baixa frequência respiratória e pouco reflexo na pálpebra do olho direito. Segundo a assessoria, como o estado do animal permaneceu inalterado durante o fim de semana, e não se sabe até quando ele pode durar com este quadro, devido à estabilidade dos sinais, o corpo técnico optou por outro procedimento de eutanásia.

No sábado (11), a pele da baleia começou a sangrar devido ao atrito com o mar.

A baleia franca encalhou no dia 7 de setembro na praia de Itapirubá, no litoral sul de Santa Catarina. O animal de 15 metros e com cerca de 40 toneladas, foi encontrado por pescadores da região que acionaram a Polícia Ambiental.

As tentativas de resgate com embarcações não tiveram sucesso. A debilidade da baleia e os riscos tanto para o animal como para as embarcações, durante o resgate, impossibilitaram o desencalhe. Na última quinta feira (9), o resgate foi descartado pelos especialistas, e o mamífero entrou em estado de choque (baixa frequência respiratória e poucos reflexos).

Postado por: Thatiane de Souza

veja também