MENU

Ex-comandante da PM é denunciado por improbidade administrativa no PR

Ex-comandante da PM é denunciado por improbidade administrativa no PR

Atualizado: Quarta-feira, 25 Maio de 2011 as 12:23

Um capitão e ex-comandante da Polícia Militar de Castro, a 156 km de Curitiba, é suspeito de desviar dinheiro da corporação e de receber propina. O Ministério Público do Paraná o denunciou por crime de improbidade administrativa e desonestidade, no período em que comandou a 3ª Companhia de Castro em 2006 e 2007.

De acordo com a ação civil pública, o capitão mantinha um esquema com um posto de combustíveis da cidade. Ele teria abastecido, várias vezes, veículos particulares e colocava os custos na conta do Batalhão da PM. Além disso, o preço pago seria superfaturado.

Outro esquema fraudulento seria mantido com uma empresa de guincho. Em que cada carro guinchado seria repassado para o comandante R$ 15 dos R$ 60 cobrados pelo serviço. Assim, não era registrada a infração dos carros rebocados. O proprietário do guincho confirmou as informações.

De acordo com o promotor de Justiça Paulo Conforto, policiais da corporação que não concordavam com as fraudes levaram a situação até o Comando da PM e uma sindicância apurou a denúncia. “O capitão está sendo responsabilizado junto a Justiça Militar (...) depois, cópia de toda esta sindicância veio para o Ministério Público estadual também, para nós verificarmos a questão da improbidade administrativa, que é a desonestidade administrativa”, disse.

O capitão chegou a ser condenado depois que um inquérito foi aberto para apurar as denúncias, mas ele entrou com recurso e continua na corporação, agora como major. Ele foi procurado pela reportagem da RPC TV Ponta Grossa, mas não foi encontrado.          

veja também