MENU

Ex-mulher de Paul McCartney pode disputar Jogos Paraolímpicos

Ex-mulher de Paul McCartney pode disputar Jogos Paraolímpicos

Atualizado: Sexta-feira, 17 Dezembro de 2010 as 10:12

Ex-mulher de Paul McCartney, a atriz inglesa Heather Mills poderá competir os Jogos Paraolímpicos de Inverno de 2014, na cidade de Sochi, na Rússia, após ter sido oferecido a ela um lugar na seleção do Reino Unido de esqui, informou o jornal "The Guardian" nesta quinta-feira à noite.

Segundo o gerente da equipe que receberá a atleta, Dave Chugg, ela tem "bons níveis de aptidão física e determinação que podem fazer com que ganhe o seu lugar nos Jogos, embora ela terá 46 anos quando eles ocorrerem". Esposa do ex-Beatle durante quase cinco anos, Heather Mills, que perdeu parte de sua perna esquerda em um acidente de moto em 1993, anunciou no início deste ano a sua intenção de competir na Rússia.

"Sabe quando você define as coisas na sua cabeça o que você quer fazer? Quero dar um exemplo de força de vontade para os meus filhos, que não acreditavam que a mãe pudesse praticar atividades físicas com a deficiência", disse na ocasião.

Chugg, em entrevista à Rede BBC, afirmou também que Heather "está apenas na primeira etapa de uma viagem" e espera que ela se torne um membro do time o mais breve possível.

"Durante o período experimental, ela terá a oportunidade de desenvolver suas habilidades e seguir um programa conjunto. Isso nos permitirá perceber a sua evolução de uma esquiadora de recreação para uma corredora. Ela está fora da idade habitual e perfil de esqui para a equipe, no entanto, ela tem demonstrado bons níveis de condições físicas e determinação", apontou.

Mills também disse que pensou em ir para o ciclismo. "Inicialmente fui convidada para tentar disputar pela equipe britânica de ciclismo paraolímpico", disse ela. "Os meus tempos foram bons, mas eu tenho ficado muito aborrecida por sentar na minha bicicleta todas as manhãs. Você realmente tem de amar o esporte que você escolher quando você competir a esse nível."

"Então eu pensei, 'eu quero saber se estou velha demais para a equipe de esqui'. Sempre amei esporte por toda a minha vida, e competir em uma Paraolimpíada seria um sonho realizado", completou.

veja também