MENU

Ex-vereador é condenado à prisão por agredir jornalista em MT

Ex-vereador é condenado à prisão por agredir jornalista em MT

Atualizado: Sexta-feira, 25 Fevereiro de 2011 as 9:23

A Justiça de Mato Grosso condenou a um ano de prisão em regime aberto o ex-vereador Lourivaldo Rodrigues de Morais (DEM) pela agressão cometida contra uma jornalista que tentava entrevistá-lo em junho do ano passado em Pontes e Lacerda (440 km de Cuiabá).

O episódio ocorreu dentro de uma delegacia, instantes após o então vereador, 48, conhecido na cidade como Kirrarinha, saber de seu indiciamento por suspeitas de invasão de propriedade e denunciação caluniosa.

Questionado sobre o assunto pela jornalista Márcia Pache, Kirrarinha ficou irritado e a agrediu com um tapa no rosto. À ocasião, Márcia, 45, trabalhava como repórter em uma afiliada local do SBT.

A força do golpe, que chegou a derrubar a jornalista no chão, foi registrada em um vídeo que se espalhou pela internet. Entidades como a Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) e o Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso repudiaram o episódio.

Em sua sentença, o juiz Gerardo Humberto Alves da Silva Junior disse que Márcia foi agredida "por tentar exercer a sua profissão de jornalista, o que é absolutamente inadmissível".

"O crime foi cometido como forma de retaliação pelo trabalho desenvolvido pela vítima", disse na sentença.

Kirrarinha foi condenado por lesão corporal. O juiz ainda considerou como agravante o fato de a vítima ter sido atingida "de surpresa", sem possibilidade de se defender. Cabe recurso.

O ex-vereador merece "severa reprovação social por seus atos", disse o magistrado. "Essa atitude não é esperada de quem à época, exercia o nobre cargo de vereador."

A Folha não conseguiu contato com a jornalista e o ex-vereador. Em entrevista anterior, ele se disse vítima "uma perseguição implacável" por parte de opositores e pediu desculpas pela agressão.

"Esse tipo de atitude não é da minha índole", afirmou.

Por Rodrigo Vargas

veja também