MENU

Exame de DNA de vítmas do acidente aéreo no Recife será feito na Bahia

Exame de DNA de vítmas do acidente aéreo no Recife será feito na Bahia

Atualizado: Sexta-feira, 15 Julho de 2011 as 8:20

                                  Será analisado em Salvador o material genético de vítimas do acidente aéreo ocorrido em Recife na quarta-feira (13). O Instituto Médico Legal (IML) de Pernambuco já realizou, até quinta-feira (14), a identificação dos corpos de sete das 16 pessoas que morreram na queda.

O acidente com o bimotor da empresa Noar Linhas Aéreas ocorreu na manhã de quarta. A aeronave havia decolado às 6h51 do aeroporto internacional do Recife com destino a Mossoró, no Rio Grande do Norte. Quatro minutos após a decolagem e após o piloto relator uma pane à torre de controle, o avião caiu em um terreno perto da Avenida Boa Viagem. Quatorze passageiros e dois tripulantes morreram no acidente.

Em Salvador, as amostras de sangue, ossos e mucosa vão ser analisadas por especialistas do Departamento de Polícia Técnica (DPT) da Bahia em parceria com profissionais de Pernambuco.

Segundo o DPT, o material chegou à capital baiana na noite de quinta-feira (14). Peritos do Recife também estão na cidade para ajudar na identificação dos corpos.

 O IML de Recife informou que entre as vítimas já identificadas estão o piloto e o copiloto da aeronave. Todas as identificações até o momento ocorreram por meio de impressões digitais.

Entre as vítimas da queda do bimotor estava um baiano, o engenheiro Marco Ely de Araújo Soares, de 44 anos. Ele era de Paulo Afonso, no norte do estado, e morava na capital pernambucana, onde trabalhava havia 20 anos em uma empresa de engenharia. Outro passageiro, o empresário cearense André Loius Pimenta Freitas morava com a mulher e dois filhos em Salvador. Ele era diretor da filial da empresa Imperjet aqui na capital.

Troca de peças

Segundo a Noar, empresa responsável pela aeronave, a última manutenção no avião que caiu foi feita no fim de semana passado e exigiu um cuidado maior. Duas peças de um dos motores foram trocadas. Pela primeira vez, técnicos da fabricante, da República Tcheca, participaram dos trabalhos.

“Existem manutenções na qual você faz as avaliações e acompanha o nível de desgaste do equipamento e numa dessas manutenções feitas pela nossa empresa percebemos que era necessário uma intervenção e feita essa manutenção e as trocas dos equipamentos que fosse necessário. Para isso solicitamos que tivéssemos a presença da GE, da República Tcheca, que puderam acompanhar, executar e gerenciar o processo junto com a nossa equipe, do início até o fim", afirmou Giovanne Farias, diretor de assuntos corporativos e comerciais da Noar.

Caixas-pretas

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) informou na quinta-feira que finalizou a coleta de material para investigar as causas da queda do avião.

As duas caixas-pretas, segundo o presidente da comissão que investiga o acidente, coronel Fernando Silva Alves de Camargo, serão encaminhadas à análise.            

veja também