MENU

Exames que irão detalhar câncer de Gianecchini devem sair nesta sexta

Exames que irão detalhar câncer de Gianecchini devem sair nesta sexta

Atualizado: Sexta-feira, 12 Agosto de 2011 as 8:17

Os médicos que fazem parte da equipe médica que cuida de Reynaldo Gianecchini, de 38 anos, esperam para esta sexta-feira (12) o resultado dos exames que irão apontar exatamente qual o tipo de câncer que atinge o ator. Gianecchini está internado no Hospital Sírio-Libanês, na região central de São Paulo, e recebeu o diagnóstico inicial de um linfoma não-Hodgkin, um tipo de câncer que se desenvolve nos linfócitos.

Apenas com o resultado dos novos exames será possível iniciar o tratamento – segundo os médicos, o ator deve iniciar a quimioterapia na próxima segunda-feira (15).     O Hospital Sírio-Libanês divulgou no fim da manhã desta quinta-feira (11) um boletim médico sobre o estado de saúde do ator, internado na unidade há uma semana. Segundo o hospital, o "estado geral é bom e não há previsão de alta".

O infectologista David Uip, que faz parte da equipe médica, disse que o ator está “muito bem, muito otimista”. Uip definiu o ator como calmo e tranquilo e afirmou que essas características serão importantes durante o tratamento.

Ator está internado no Hospital Sírio-Libanês (Foto: Divulgação)

  A presidente Dilma Rousseff também teve um linfoma não-Hodgkin. A doença foi diagnosticada em abril de 2009 e ela se submeteu a um tratamento no mesmo hospital. O tumor de Dilma foi retirado para ser avaliado e, de acordo com a equipe médica, exames posteriores detectaram que ele era o único foco da doença no organismo. Ela passou por tratamento de quimioterapia preventiva para evitar o surgimento de novos nódulos. Em setembro do mesmo ano, os médicos disseram que ela estava “livre de qualquer evidência de linfoma”.

O ator estava em cartaz com a peça “Cruel”, que estreou em 27 de junho no Teatro Faap, na Zona Oeste de São Paulo. Segundo a assessoria do espetáculo, as apresentações foram suspensas há duas semanas. No comunicado de cancelamento, a assessoria disse que, após uma faringite crônica, o ator “foi tratado com antibiótico que resultou grave reação alérgica”.            

veja também