MENU

Exploração sexual é uma preocupação pré-Copa

Exploração sexual é uma preocupação pré-Copa

Atualizado: Sexta-feira, 10 Dezembro de 2010 as 9:43

A Copa de 2014 deve trazer uma grande quantidade de turistas ao Brasil, o que pode criar um ambiente propício à ocorrência de casos de exploração sexual de crianças e adolescentes.

Com o objetivo de prevenir o problema e conscientizar a população sobre o assunto, foram realizadas, na manhã de ontem, caminhadas contra a exploração nas doze capitais que irão sediar o campeonato mundial.

As caminhadas foram o pontapé inicial da campanha nacional "Um Gol pelos direitos de crianças e adolescentes - Exploração sexual não é turismo. É crime", promovida pelo Ministério do Turismo, em parceria com a Universidade de Brasília.

Em Curitiba, a iniciativa aconteceu na Rua XV de Novembro, com saída da praça Santos Andrade e chegada na praça Osório, sob organização da Secretaria de Estado da Criança e da Juventude.   "Curitiba tem 66 pontos mapeados de exploração sexual comercial. Queremos prevenir o problema em relação a crianças e adolescentes até a Copa e além da Copa. Acreditamos que isso só é possível através da conscientização da sociedade. É um trabalho que leva tempo e deve começar cedo", afirmou a coordenadora de ações protetivas da Secretaria, Aline Pedrosa Fioravanti.

A coordenadora de capacitação do Instituto Municipal de Turismo de Curitiba, Hilka Lopes Cardoso, informou que, além da caminhada, serão realizados, nos próximos anos, trabalhos de conscientização junto a profissionais ligados à área de turismo. Serão seminários e palestras voltadas a taxistas, empresários, trabalhadores de bares e restaurantes, atendentes de hotéis e mesmo guias. "Queremos informar a todos sobre o problema e sensibilizá-los".    

veja também