MENU

Expresso Tiradentes ligará Vila Prudente à Cidade Tiradentes por metrô em via elevada

Expresso Tiradentes ligará Vila Prudente à Cidade Tiradentes por metrô em via elevada

Atualizado: Quarta-feira, 29 Abril de 2009 as 12

O Expresso Tiradentes, corredor que liga o Parque Dom Pedro, no Centro, à Cidade Tiradentes, no extremo da Zona Leste, fará o transporte em seus trechos finais por meio do Metrô Leve, também conhecido como VLP (Veículo Leve sobre Pneus). As conexões entre Vila Prudente/São Mateus e São Mateus/Cidade Tiradentes, que somarão 22,3 quilômetros de vias elevadas, terão investimento de R$ 2,3 bilhões, sendo R$ 1 bilhão da Prefeitura de São Paulo e R$ 1,3 bilhão do Governo do Estado de São Paulo. O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira (28) pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e pelo governador do Estado, José Serra, no Palácio dos Bandeirantes, no Morumbi, Zona Sul da capital.

O investimento inicial, de R$ 1 bilhão, será feito pela Prefeitura."Desde o começo da nossa gestão, temos como prioridade a construção de um corredor para que as pessoas possam ser transportadas da Cidade Tiradentes até o centro de São Paulo. O convênio será assinado nos primeiros dias de maio e isso será fundamental para a cidade", afirmou Kassab. "Para se ter uma idéia, o Metrô de Ipiranga a Vila Prudente custa R$ 2 bilhões. Por R$ 2,3 bilhões, nós vamos fazer 22,3 km de Metrô Leve. É um projeto econômico, pois combina os esforços da Prefeitura com o Governo do Estado e é muito importante para a Zona Leste", disse Serra.

A expectativa é que 450 mil passageiros utilizem o novo meio de transporte público diariamente. O primeiro trecho, de 12,8 quilômetros, ficará pronto até final de 2010 e o segundo, de 9,5 quilômetros, até 2012. Haverá 22 estações para o Metrô Leve, numa média de uma por quilômetro. Atualmente, o trajeto do Centro até Cidade Tiradentes é feito em duas horas. Com a finalização do Expresso Tiradentes, o tempo cairá para 50 minutos. O valor investido pela Prefeitura representa o compromisso orçamentário firmado de repasse de R$ 1 bilhão para a expansão do Metrô na cidade entre 2009 e 2012.

A modificação do projeto para Metrô Leve Expresso Tiradentes foi decidida para otimizar a aplicação dos recursos públicos. Entre Vila Prudente e Oratório, a Linha 2 - Verde do Metrô e o Expresso Tiradentes seriam coincidentes por um trecho de 2,1 quilômetros e custariam, somados, cerca de R$ 3 bilhões. A implantação do ramal Oratório do Metrô implicaria grandes desapropriações ao longo da Avenida Luiz Inácio de Anhaia Melo, que também perderia 8 metros de largura - duas faixas de rolamento e canteiro central - até São Mateus por causa do Expresso. O Metrô Leve Expresso Tiradentes irá preservar o atual sistema viário e reduzir os custos da linha do Metrô.

O convênio também prevê a construção do Terminal Vila Prudente, que fará a interligação dos ônibus do Expresso Tiradentes com os trens da Linha Verde do Metrô e do Metrô Leve Expresso Tiradentes. Segundo Alexandre de Moraes, secretário municipal de Transportes, a população pagará apenas uma tarifa para utilizar o sistema. As composições terão de 6 a 8 carros e terão capacidade para transportar mil pessoas. A velocidade será de cerca de 40 km/h. A capacidade de cada trem é de 1.000 passageiros. Serão 59 veículos para fazer o trajeto. O sistema proposto no convênio é mais amigável em relação ao meio ambiente, pois utiliza tração elétrica (não emite gases), pneus (baixo nível de ruído) e possui estruturas leves. Os veículos, mesmo com pneus, circulam sobre trilhos.

"Os R$ 400 milhões a R$ 600 milhões previstos no projeto inicial do Expresso Tiradentes serão utilizados para o Expresso Celso Garcia e, se necessário for, nós iremos utilizar também para o corredor que estamos planejando para a zona Sul", explicou Moraes.

Atualmente, o Expresso Tiradentes tem 10 quilômetros, sete estações e dois terminais. Em todo o percurso em funcionamento, os ônibus fazem paradas no Terminal Mercado, estações Pedro II, Ana Néri, Alberto Lion, Clube Atlético Ypiranga, Rua do Grito, Nossa Senhora Aparecida e Terminal Sacomã, e Dianópolis, sentido Terminal Vila Prudente. Entre as estações, uma faz integração com o Metrô Parque Dom Pedro II (Linha 3 - Vermelha) e outra com a Estação Ipiranga da CPTM (Linha 10 - Turquesa).

Também participaram do anúncio os secretários municipais de Planejamento, Manuelito Pereira Magalhães, e de Infra-estrutura Urbana e Obras, Marcelo Cardinale Branco, e os secretários estaduais de Transportes Metropolitanos, José Luiz Portella, e de Economia e Planejamento, Francisco Vidal Luna.

Postado por: Adriana Amorim

veja também